Review: Young Thug – It’s a Slime (feat. Lil Uzi Vert)

Lançada oficialmente hoje, “Slime Language” é uma coletânea da gravadora Young Stoner Life. O projeto conta com a participação de vários artistas do selo, além de Lil Uzi Vert e Lil Baby, e produções de nomes como Wheezy, Turbo e Charlie Handsome. Não há experimentações por aqui, tudo está em sintonia com as tendências do rap de Atlanta. Não é tão revolucionário quanto os álbuns anteriores do Young Thug, mas é um bom registro. Quando você ouve as ad-libs de faixas como “It’s a Slime”, dificilmente não abre um sorriso. Wheezy é um produtor que consegue tirar um bom proveito da voz do Young Thug. Dessa vez, ele usou batidas de trap que mantém uma vantagem acentuada. Não há um refrão e a estrutura é pouco convencional. Lil Uzi Vert foi uma ótima opção, visto que ele complementa adequadamente os versos do Thugger. Dito isto, afirmo que embora não seja impressionante, “It’s a Slime” é muito divertida.

O Uzi Vert adicionou um pouco de variedade, mas não chega a ofuscar o colega. Na verdade, sua presença é muito breve e seu verso demasiadamente simples. A melodia é traiçoeira e refinada, mas sua voz está recheada de auto-tune e as rimas são bem debilitadas. O instrumental lúdico é rápido e o fluxo do Young Thug bastante agitado. Apesar de ser curta, com pouco mais de 2 minutos de duração, é a faixa mais interessante do álbum. A produção é o elemento que mais merece elogios, já que as letras não são tão inteligentes. Os versos do Jeffery são familiares e, de vez em quando, ele apresenta algumas linhas humorísticas. A batida e as cordas fornecidas pelo Wheezy complementaram bem a estética dos dois artistas, permitindo que eles apresentem um som típico de Atlanta. “It’s a Slime” surge na sequência de “Up”, outra colaboração entre ambos, lançada no mês passado. Enquanto “Up” era mais acessível e os mostrou no seu momento mais perturbado, “It’s a Slime” é mais suavizada e discreta. O resultado é uma música que se encaixa perfeitamente na zona de conforto dos dois. No mês passado, Uzi Vert e Thugger afirmaram que gravaram mais de 1.500 músicas juntos. Isso certamente foi dito num tom de brincadeira, mas podemos notar que eles são amigos e possuem uma boa química. Mas apesar de compartilhar o mesmo estilo, ambos têm suas particularidades individuais. Young Thug apresentou um fluxo mais forte e conseguiu demonstrar o potencial da sua gravadora.

São Paulo, profissional de Recursos Humanos, apaixonado por músicas, filmes, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.