Review: Valee – Womp Womp (feat. Jeremih)

Valee Taylor, conhecido apenas como Valee, é um rapper conhecido especialmente pela mixtape “1988” (2017), que o levou a assinar com a gravadora G.O.O.D. Music do Kanye West. Seu fluxo inventivo, em que ele domina as palavras melhor do que a maioria de seus colegas, é o que está transformando-o em uma estrela em ascensão. Em maio, ele resolveu juntar-se ao seu colega de Chicago Jeremih para compartilhar um single chamado “Womp Womp”. Uma faixa saltitante que estabelece uma base perfeita para seu fluxo de assinatura. Ontem, a música ganhou vida através de um videoclipe que se parece muito mais com um longa-metragem. No vídeo, Valee acorda em Los Angeles para descobrir que foi roubado. O restante do clipe mostra ele vagando pela cidade, enquanto policiais procuram por culpados e possíveis infratores entram e saem de motéis. Produzido pelo Cássio, o single apresenta ambos artistas brincando com seus versos de um lado para o outro. É uma faixa charmosa onde eles fazem um ótimo trabalho sob a cativante melodia e excelente batida. Se é indicativo de um futuro álbum, não está claro no momento. Mas a voz suave e o fluxo inconfundível do Valee fazem todo o trabalho duro.

Há muitas linhas sobre sexo, o que torna a canção em um verdadeiro banger. “Estou de certa forma / Sua vadia está seca, cacto / Eu estou acordado há três dias, preciso de colchão, estou me sentindo espancado”, ele canta de forma irreverente. Seguindo o exemplo, Jeremih reduz seu falsete em um gancho contagiante que aborda uma série de besteiras. Com base no que é dito, as mulheres “rápidas” combinam com um estilo de vida rápido. Independentemente do conteúdo lírico meio escorregadio, é uma música muito dançante. Se você não é um grande fã de letras com significado mais profundo, eu acho que você vai gostar bastante de “Womp Womp”. A entrega vocal do Jeremih é comprometida, ao passo que ambos incorporam um padrão de rima que faz fronteira com o minimalismo. Isso evidentemente funciona. Valee também aparece armado com um fluxo sussurrante, enquanto Jeremih ajuda a elevar a música com suas melodias irresistíveis. Mais polido do que qualquer coisa do EP “Good Job, You Found Me” (2018), a batida soa como se tivesse sido criada em algum clube de strip. O instrumental pulsa com sintetizadores, bateria e um baixo, além da voz sinistra do Valee. Despreocupada e divertida, “Womp Womp” é o corte certeiro para esses dois cuspirem suas rimas.

São Paulo, profissional de Recursos Humanos, apaixonado por músicas, filmes, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.