Review: Muse – Thought Contagion

Lançamento: 15/02/2018
Gênero: Rock Alternativo
Produtores: Rich Costey, Sam Grubbs, Muse, Dylan Neustadter e Colin Willard.
Escritor: Matt Bellamy.

Depois de lançar a desanimadora “Dig Down” em 2017, Matthew Bellamy e companhia retornaram com “Thought Contagion”. Mais uma vez, o Muse (Matt Bellamy, Chris Wolstenholme e Dominic Howard) resolveu colaborar com o produtor Rich Costey, o cara que produziu os álbuns “Absolution” (2003) e “Black Holes and Revelations” (2006). “Amarrado para longe do grande momento / Bem-vindo ao céus negros infinitos / Identidade do clã dos cérebros fraturados / Fragmentos e detritos espalhados / Contágio do pensamento / Contágio do pensamento”, é assim que Bellamy começa a música. Sem pressa, “Thought Contagion” explora alguns temas políticos. Antes do seu lançamento, Matt Bellamy disse à Rolling Stone o que inspirou a escrita: “Provavelmente assistimos as estações de notícias americanas. Estamos vivendo uma época em que esse tipo de ideologias, os sistemas de crença das pessoas, sejam elas verdadeiras ou falsas, estão recebendo muita atenção, especialmente as do lado falso”.

Ele canta letras que falam sobre as ansiedades que contaminam os pensamentos, enquanto o refrão entra em erupção com o seu grito icônico. Musicalmente, “Thought Contagion” é uma canção padrão e apropriadamente dramática e instigante. A produção é lisa, radiofônica e amplificada pelo piano, tambores, linhas de baixo, riffs de guitarra e vocais de apoio. É uma música inegavelmente irresistível e atrativa, porém, um pouco forçada. Ela é embalada pelo lirismo político do Muse, mas com menos riffs progressivos do que de costume. Em uma discografia tão premiada, “Thought Contagion” parece um passo para trás, por mais que seja uma faixa tão cativante. Equilibrar a pressão para inovar com a integridade artística é uma tarefa muito difícil. Entretanto, eu esperava que o Muse lançasse algo mais impactante. De acordo com a banda, o álbum ainda está longe de ser concluído. Tudo indica que será lançado somente no final de 2018 ou início de 2019. Nos resta esperar para conferir o álbum completo. Em suma, “Thought Contagion” não me encheu de expectativa, mesmo sendo agradável!

São Paulo, 22 anos, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas e séries. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.