Review: DJ Snake – Taki Taki (with Selena Gomez, Ozuna & Cardi B)

Lançamento: 28/09/2018
Gênero: EDM, Reggaeton
Produtor: DJ Snake
Compositores: William Grigahcine, Belcalis Almanzar, Jordan Thorpe, Selena Gomez , Ava Brignol, Juan Carlos Ozuna, Vicente Saavedra e Juan Vasquez.

Nas últimas semanas, DJ Snake conseguiu criar um buzz enorme para o seu novo single. Mas antes disso, mais precisamente em 24 de agosto de 2018, Cardi B soltou que estava em um set filmando um vídeo com Selena Gomez, Ozuna e o DJ Snake. Outros detalhes a respeito de tal colaboração foram surgindo posteriormente, com cada artista atualizando os fãs através de suas redes sociais. Pode-se dizer que o DJ Snake é o mais recente produtor a se conectar com a música latino-americana. “Eu queria fazer um sucesso de reggaeton”, ele explicou à Billboard. Inicialmente, o DJ francês enviou a faixa para Ozuna, mas disse que decidiu nas últimas horas colocar um toque feminino. O resultado é uma mistura efervescente e bilíngue de diferentes personalidades. “Taki Taki” começa com um verso em espanhol do Ozuna, antes da Cardi B aparecer com seu rap de assinatura. “Dance comigo como se fosse a última vez / E me ensine aquele passo que não sei / Me dê um beijinho gostoso, gata / Taki taki / Taki taki, rumba!”, ele canta na abertura. Em seguida, Cardi B entra flexionando humoristicamente: “Suas putas não têm classe, suas vadias continuam falidas / Eu estarei falando em dinheiro enquanto desfilo meus dentes de ouro / Eu sou uma puta, vadia rica e eu trabalho como se ainda fosse pobre / Mas eles me amam tão falsamente, mas eles me odeiam tão verdadeiramente”.

Selena Gomez possui o seu próprio verso e surge antes do final da música. “DJ Snake / Cuidado quando você passar pelo meu caminho / Meu corpo já sabe como jogar / Eu me exercito e o mantenho firme todos os dias”, ela canta. Para finalizar a música, Gomez comanda o último refrão ao lado do Ozuna. “Taki Taki” é um banger EDM e reggaeton que, apesar do carisma de seus integrantes, não causa uma boa impressão. Ela começa com uma batida básica pela qual qualquer outro artista poderia trabalhar. Não há identidade ou um conceito por trás da música. Portanto, do ponto de vista artístico falta muita coisa. E embora possua um grande poder de estrela, “Taki Taki” não é particularmente memorável. A canção tem um comprimento tolerável e não ultrapassa a marca de 3 minutos e meio. Tingida pelo dancehall e música latina, a produção é presumivelmente soberba e formada por sintetizadores, programação de bateria, melodias sintéticas e um ritmo empolgante. Mas infelizmente não é uma canção agradável e tão pouco impressionante, mesmo com um toque latino. É uma faixa terrivelmente executada e mal produzida, e o resultado final reflete exatamente isso. Enquanto o DJ Snake tentou criar um sucesso internacional com o mesmo sabor de “Despacito” e “Mi Gente”, ele acabou fazendo uma enorme bagunça sonora. Em suma, as letras e o enredo simplesmente não fazem o menor sentido.

São Paulo, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.