Review: Cardi B – Money

Cardi B está de volta, mesmo que ela nunca tenha entrado em um hiato. Digo isso, porque ela lançou um novo single que não está presente no seu primeiro álbum de estúdio, “Invasion of Privacy” (2018). Muita coisa aconteceu com a rapper desde que lançou seu disco de estreia – ela teve um bebê com seu marido Offset e uma briga com Nicki Minaj que repercutiu no mundo todo. No entanto, Cardi prova que ainda está trabalhando duro ao lançar um novo single, simplesmente chamado “Money”. Ela comemora sua riqueza na música e na arte da capa, uma vez que está nua exibindo sua enorme e colorida tatuagem de pavão na coxa. Cardi não usa nada além de relógios de ouro e diamantes que cobrem seus braços.

Adaptando-se ao tema da música, seu chapéu dourado é outro grande detalhe. Ela fala sobre seu estilo de vida e afirma orgulhosamente: “Eu nasci para flexionar / Diamantes no meu pescoço / Eu gosto de jatos de embarque, eu gosto de sexo de manhã / Mas nada há neste mundo que eu goste mais do que cheques (dinheiro)”. Mas ela não está apenas correndo atrás de dinheiro para si mesma, pois só pensa no futuro de sua filha Kulture: “Eu tenho um bebê, eu preciso de algum dinheiro / Eu preciso de queijo para meu ovo”. Aqui, ela também faz alusão à sua treta com Nicki Minaj: “Traga as juntas de latão para a briga / Ouvi dizer que Cardi foi pop / Sim, eu fui pop / Essa sou eu estourando a bolha”. “Money” foi produzida por J. White, que também é responsável pelo sucesso de “Bodak Yellow”.

Embora não tenha o mesmo fluxo rápido do excelente single citado, é uma música agradável especialmente por causa da batida contundente e das letras cheias de potencial. Cardi B mostra toda a sua desenvoltura característica – mudando os fluxos com facilidade, enquanto desenrola uma série de assuntos e fornece outro gancho instantaneamente infeccioso. Sobre uma linha de piano que lembra “HUMBLE.” do Kendrick Lamar e uma batida simplista, ela fala sobre exatamente o que você poderia esperar: seu amor pelo dinheiro. Apropriadamente intitulado, “Money” entra em detalhes de como ela acumulou sua riqueza em um curto período de tempo. Ela explora esse conceito de forma lúdica insinuando que não há problema em querer dinheiro em vez do amor. Seu fluxo é ardente, divertido e cativante. Não é uma canção liricamente inovadora, mas é divertida e empoderada. “Money” é uma re-introdução em um mercado super saturado. Em essência, é o que Cardi B faz de melhor: ser ela mesma.

São Paulo, profissional de Recursos Humanos, apaixonado por músicas, filmes, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.