Best New Music: Cardi B – I Do (feat. SZA)

Lançamento: 06/04/2018
Gênero: Hip-Hop
Produtores: Murda Beatz e Cubeatz.
Escritores: Belcalis Almanzar, Solana Rowe, Shane Lindstorm, Kevin Gomringer, Tim Gomringer e Nija Charles.

Em 06 de abril de 2018, Cardi B lançou o seu primeiro álbum de estúdio, “Invasion of Privacy”. No decorrer de treze faixas, há uma que chama muita atenção: “I Do”. Um dueto confiante e muito bem-sucedido entre Cardi B e SZA sobre o amor próprio das mulheres. Como esperado, SZA entoa vocais requintados e navega com o seu registro mais alto. A rapper, por sua vez, cospe algumas linhas incrivelmente poderosas e arrogantes. A feminilidade muitas vezes precisa ser trabalhada para que as mulheres consigam se destacar no hip-hop. Assim como Lil Kim, Da Brat e Foxy Brown, Cardi B também mostra o quanto é positiva em relação à sua sexualidade. Aqui, a rapper está imparável e preparada para enfrentar a indústria do hip-hop. “Eu acho que uma vadia má é um presente de Deus (…) / Agora sou chefe, escrevo meu nome nos cheques / Buceta, tão boa eu coloco o meu próprio nome no sexo”, ela diz no primeiro verso. Produzida por Murda Beatz e a dupla alemã Cubeatz, “I Do” possui uma das melodias mais cativantes do “Invasion of Privacy”. A proeza e força lírica da Cardi B é impressionante, à medida que ela pronuncia frases como, “Aqui está uma palavra para minhas senhoras / Não dê nada a esses caras / Se eles podem te fazer rica, eles podem fazer você gozar”.

Ouvindo frases como essas, nós vemos que as mulheres podem fazer o que elas quiserem, exceto ficarem quietas. Cardi B gosta de seu auto-promover em suas letras, e “I Do” é um excelente exemplo disso. Uma canção onde ela proclama ser a única dona de si mesma, independentemente do que as outras pessoas digam. Enquanto isso, a talentosa SZA ficou a cargo do refrão e diz confortavelmente: “Sim, meus cheques ainda estão bem / Não é de se admirar por que eu faço o que eu gosto / Eu faço, o que eu gosto de fazer, eu faço”. Ela reforça a mensagem de Cardi B e mostra uma boa adaptabilidade à produção da canção. Em alguns momentos, a rapper relembra do seu passado como stripper e sua grande ascensão ao estrelato, perguntando: “Meus quinze minutos duraram muito né?”. Um verdadeiro discurso de vitória em apenas uma frase! Sobre sintetizadores sombrios, Cardi B e SZA criaram uma canção emponderada, despreocupada e triunfante. “I Do” prova que elas podem fazer o que quiserem e mostra como usar a força das mulheres na indústria do hip-hop. Assim como esta faixa, todo o disco excedeu minhas expectativas. Cardi B é uma força em ascensão e conseguiu criar um álbum de grande calibre e qualidade!

São Paulo, 22 anos, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas e séries. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.