Review: Zayn – Too Much (feat. Timbaland)

Lançamento: 02/08/2018
Gênero: R&B, Pop
Produtor: Timbaland
Compositores: Zayn Malik e Timothy Mosley.

Onovo álbum do Zayn Malik está tomando forma a cada novo lançamento. Entretanto, pode se tornar um registro extremamente eclético, uma vez que os singles são muito diferentes um do outro. Em determinados momentos, parecia que Zayn estava sem foco e um pouco perdido. Afinal, ele já lançou uma série de singles e, até o momento, não anunciou a data do seu novo álbum. Depois de divulgar “Still Got Time”, “Dusk Till Dawn”, “Let Me”, “Entertainer” e “Sour Diesel”, ele compartilhou “Too Much” essa semana. Em seu último single, “Sour Diesel”, Malik usou o talento do produtor Malay, conhecido por suas contribuições para o “channel ORANGE” (2012) do Frank Ocean. Agora, o ex-One Direction resolveu juntar-se com um produtor ainda mais renomado, o Timbaland. Quando as pessoas pensam no Timbaland, rapidamente o nome de Justin Timberlake vem à mente. Sua produção aqui não é inovadora como no “FutureSex/LoveSounds” (2006), mas ele fez um bom trabalho ao adequar seu estilo com os talentos do Zayn. Aqui, seus vocais estão envoltos de um pano fundo igualmente elegante. Divulgado nas circunstâncias certas, “Too Much” pode ter potencial de hit. Embora Timbaland nos leve de volta para meados dos anos 2000, a produção é bastante contemporânea. Os suaves e abafados vocais do Zayn foram colocados sobre um refrão sedutor, enquanto a música possui algumas mudanças de ritmo interessantes.

Musicalmente, “Too Much” poderia ser descrita como uma faixa de R&B contemporâneo com influências do pop e música eletrônica. Ela soa definitivamente como uma faixa do Timbaland, mas com um certo upgrade. É interessante ouvir o estilo refrigerado do Zayn sob as animadas batidas do Timbaland. Ele oferece vocais em falsete sobre uma cativante bateria, sintetizadores e uma atmosfera sensual e futurista. Timbaland, por sua vez, fornece tons baixos e mecanizados que complementam os delicados vocais do Zayn. Liricamente, ambos lamentam sobre o fim de um relacionamento e falam que o amor é um vício. “Foi bom, mas agora me sinto mal / Como sei que não posso voltar atrás / Não, não há nada que eu possa dizer”, Malik canta. Timbaland entra em ação depois do primeiro verso, cantando: “Deve ser um vício / Eu quis tudo, não esperava perder / Deve ser um distúrbio / Eu quis te ligar, mas não liguei / Agora está me deixando acordado noite e dia / Me deixando acordado noite e dia”. O ex-integrante do One Direction provavelmente tem a carreira solo mais bem-sucedida do grupo. Timbaland trouxe sua vibe dos anos 90/2000 para a mesa, enquanto Zayn fluiu com seus falsetes sobre um ritmo otimista. Diferente de “Sour Diesel”, um single inspirado pelo funk e focado nas ervas daninhas, “Too Much” explora um R&B furtivo. Eu não tenho certeza se esta faixa vai levá-lo de volta ao topo das paradas, mas certamente possui mais chances do que os singles anteriores. Afinal, Timbaland é um produtor acostumado a fazer hits.

São Paulo, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.