Best New Track: Years & Years – Shine

Lançamento: 03/07/2015
Gênero: Synthpop
Produtores: Years & Years e Mark Ralph
Escritores: Oliver Alexander Thornton, Resul Emre Turkmen, Michael Thomas “Mikey” Goldsworthy, Mark Ralph e Greg Kurstin.

Olly Alexander, Mikey Goldsworthy e Emre Türkmen formam o grupo eletrônico de Londres Years & Years. Eles exploram uma sonoridade que é basicamente uma mistura de eletro-pop, R&B e house, e estão adquirindo cada vez mais fama depois do lançamento do seu primeiro álbum de estúdio. Sua mais nova música de trabalho, “Shine”, faixa três do “Communion”, foi lançada recentemente como quinto single. O vídeo da música apresenta a banda atravessando uma casa em que ocorrem coisas sobrenaturais. Segundo eles, a inspiração para o clipe veio dos filmes “E.T. O Extraterrestre”, “Poltergeist” e “Contatos Imediatos de Terceiro Grau”. “Shine” continua representando o som grandioso dos singles anteriores, e prova que Years & Years é um trio muito original. O conteúdo lírico da canção exibe um intenso amor e o vocalista Olly Alexander mostra isso através dos vocais. Há um tom vulnerável e de tremenda qualidade na voz de Olly que torna a música muito poderosa. Sua voz é versátil, com alma e correlaciona muito bem com a batida da música.

Em comparação com “King” e “Desire”, “Shine” tem um ritmo mais lento, porém, soa tão cativante quanto. Sonoramente, é uma canção synthpop incrivelmente viciante, com letras sobre o amor e vocais frágeis e encantadores. Nessa faixa, eles conseguiram construir um refrão cheio de emoção que diz: “Não me deixe para trás / Você pode me ver, eu estou brilhando / E é você que eu estive esperando encontrar”.  É incrível a ressonância emocional que o refrão oferece, uma sensação tão real que qualquer um pode se identificar. A produção também impressiona e leva a música para um nível ainda mais superior. Mikey Goldsworthy e Emre Türkmen realmente fizeram um excelente trabalho ao combinar vários instrumentos em uma batida tingida de PBR&B. Além da sua melodia extremamente poderosa, “Shine” tem uma melancolia peculiar que a deixou muito mais emocionalmente carregada que os singles anteriores. Desculpe o pleonasmo, mas “Shine” é literalmente brilhante!

São Paulo, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.