Review: Troye Sivan – Animal

Lançamento: 08/08/2018
Gênero: Electropop
Produtores: Ariel Rechtshaid, Bram Inscore, Buddy Ross, Jam City, Bobby Krlic e Brett McLaughlin
Compositores: Troye Sivan Mellet, Brett McLaughlin, Bram Inscore, Alexandra Rughes, Jack Latham, Ariel Rechtshaid e Josiah Sherman.

Os resultados continuam impressionantes. “Animal”, a quarta faixa lançada do novo álbum do Troye Sivan, aborda o amor e apresenta um perfeito clímax. Ao falar sobre esta faixa, o cantor explicou: “É uma das minhas músicas favoritas que eu já escrevi. Eu queria fazer uma canção de amor épica e intemporal sobre como eu sou”. “Animal” começa misteriosamente com sons de trovoadas e um sintetizador instável. A produção soberba apresenta uma pegada electropop, guitarra uivante e vibrações dos anos 80. Sua carreira tem sido uma verdadeira homenagem para a década de 80 e, com este novo single, não poderia ser diferente. Seu clímax é enorme e parece um aceno para o que Frank Ocean explorou no “Blonde” (2016). Há uma batida desintegrada e distorcida sob um vocal distante, conforme a vulnerabilidade se torna um ponto de venda. “Eu quero você inteiro para mim / Não deixe nada para mais ninguém / Eu sou um animal com você / Nenhum anjo poderia me chamar de volta / E é mais quente que o inferno onde estou / Eu sou um animal com você”, ele canta no refrão. Sivan é um garoto abertamente gay e nunca escondeu isso em suas letras.

“Uma ode ao garoto que eu amo / Garoto eu vou morrer para cuidar de você / Você é meu, meu, meu, me diga a quem devo isso”, ele confessa aqui. Isso é algo que eu não esperava dele, embora não seja uma coisa ruim. Depois de entregar sintetizadores exuberantes e produções eufóricas em seus singles anteriores, ele destaca sua conexão emocional em “Animal”. Há uma beleza impressionante nas letras que foram escritas com a ajuda de colaboradores frequentes. Ele professa seu amor pelo namorado e descreve a forte conexão que eles têm. É uma balada romântica que começa com sintetizadores melancólicos e depois faz a inclusão da bateria. Com produção de Ariel Rechtshaid, que já trabalhou com Vampire Weekend e Carly Rae Jepsen, “Animal” é alimentada pelo desejo carnal. Outra grande oferta musical do Troye Sivan com uma paisagem particularmente atmosférica e um refrão muito bem desenvolvido. Essa canção pode não ser instantaneamente cativante, mas proporciona um momento muito íntimo. Uma coisa é clara depois que você termina de ouvir. A cada novo lançamento, o próximo álbum do Troye Siva fica cada vez mais interessante.

São Paulo, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.