Review: Travis Scott – Watch (feat. Kanye West & Lil Uzi Vert)

Lançamento: 04/05/2018
Gênero: Hip-Hop, Trap
Produtor: Pi’erre Bourne
Compositores: Jacques Webster, Symere Woods, Kanye West e Jordan Jenks.

Onovo single do Travis Scott une três vozes distintas do hip-hop. Lançada em 04 de maio de 2018, “Watch” conta com a participação de Kanye West e Lil Uzi Vert. Depois de contribuir com um verso na nova música do Playboi Carti, Scott resolveu promover o seu novo álbum, intitulado “AstroWorld”. Este LP vai suceder “Huncho Jack, Jack Huncho” (2017), um disco conjunto de Travis Scott e Quavo lançado no final do ano passado. A bizarra capa do single retrata imagens que incluem uma montanha-russa, crânio com órbitas e pontas de fogo, flores e um relógio com pedras preciosas. Tudo isso nos remete ao título do álbum, que foi batizado com o nome de um extinto parque de diversões que Scott costumava ir quando morava no Texas. “Watch” abre com sons que lembram um parque de diversão e, em seguida, apresenta a voz de Lil Uzi Vert. Ele fornece um repetitivo jogo de palavras que tornou-se popular no hip-hop da atualidade. Enquanto o rapper se limita a vangloriar-se de dinheiro, joias e carros é complicado argumentar o quão cativante é sua cadência vocal. As batidas trap são rígidas e dirigem seus vocais auto-sintonizados. Quando ultrapassamos a marca de 1 minuto, Travis Scott surge com linhas sobre mulheres, dinheiro e vagas referências a cidade de Houston.

“Olhe para o seu Rollie, olhe para o meu Rollie / Isso é um rostinho, esse é um grande rosto / Ela não pode ver meu quarto, foda-a no corredor / Ficando entediado com esse dinheiro, conte o dia todo”, ele repete no refrão cheio de auto-tune. “Watch” apresenta linhas de sintetizadores melódicos sobre camadas de chimbais e um poderoso baixo. Produzida por Pi’erre Bourne, a faixa inclina-se para o duplo sentido exalado pelo título. Liricamente, reflete sobre o ego vazio e premissa dos rappers, além de sua fascinação por dinheiro e luxo. É inegável que a produção de Pi’erre é a melhor coisa sobre esta música. Lil Uzi Vert é o que mais aproveita a batida fornecida por ele, uma vez que assume a liderança e dita o ritmo. Ironicamente, Scott possui o verso mais sem graça e monótono. O fluxo de Kanye West é composto por suspiros que o levam a dizer frases como: “Eles não querem que eu mude, não, mano corra no lugar / Eu preciso de alguém para fazer essa bebida, porque / Você não entende o suco para a proporção de vodka / Isso poderia satisfazer um verdadeiro bêbado, adivinhe? / Nunca confie em um barman que não bebe, vadia”. Ele tenta ganhar holofotes apresentando referências ao vício por bebida. Nos últimos dias, Kanye West tornou-se manchete por uma série de comentários polêmicos, incluindo seu apoio a Donald Trump. “Watch” sintetiza a atual tendência do rap em utilizar vocais auto-sintonizados e harmonizados. É uma música cativante, mas igualmente superficial e previsível!

São Paulo, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.