Review: Tori Kelly – Nobody Love

Álbum: Unbreakable Smile
Lançamento: 08/02/2015
Gênero: Pop, R&B
Produtores: Max Martin
Compositores: Tori Kelly, Max Martin, Savan Kotecha e Rickard Goransson.

Tori Kelly é uma cantora contratada pela Capitol Records que começou a ganhar fama através de covers postados no YouTube. Aos 16 anos Kelly participou de uma audição do American Idol e, mesmo não consagrando-se por lá, começou a trabalhar em suas próprias músicas. Em 2012, lançou de forma independente seu primeiro EP, produzido e escrito por si própria. No ano seguinte, Scooter Braun (homem por trás de Ariana Grande e Justin Bieber) tornou-se seu gerente e a apresentou para a Capitol Records, onde assinou um contrato em setembro. Desde seus poderosos vocais, que foram melhorados habilmente durante os últimos anos, até a sua capacidade para escrever e tocar vários instrumentos, podemos dizer que Tori Kelly é uma artista em todos os sentidos da palavra. Seu álbum de estreia, “Unbreakable Smile” foi lançado em junho de 2015, enquanto o primeiro single, “Nobody Love”, foi divulgado em fevereiro do mesmo ano.

Essa é uma canção pop e R&B muito refrescante, produzida pelo hitmaker Max Martin e fortemente influenciada pelo R&B e soul music. A faixa começa com um som de retrocesso e uma forte batida de tambor, mas deixando os vocais de Kelly no centro das atenções, até o momento que entra em um território com alguns graves descontraídos e estralar de dedos. Enquanto Max Martin definitivamente merece créditos por sua contribuição, a voz de Kelly é sem dúvida o principal motor da música. “Nobody Love” tem uma leve semelhança com alguns trabalhos recentes do produtor, incluindo “Problem” de Ariana Grande, mas, felizmente, possui uma variedade na composição suficiente para não soar como um clone. O seu refrão é muito cativante e possui riffs bem fortes, mas com certeza o momento mais brilhante de toda música é a ponte.

Tori Kelly canta a plenos pulmões e atinge notas arrebatadoras, que lembram rapidamente a poderosa voz de Christina Aguilera. Liricamente, “Nobody Love” fala a respeito de um relacionamento da cantora. Ela canta sobre uma relação que não tem futuro, mas do qual não consegue ficar longe (“Eu deveria ser mais cínica e me dizer que nada está bem / Para me sentir melhor quando estou com você / Dar o melhor de mim / Dizer que te odeio, Mas eu sempre acabo ficando”). Resumindo, essa irresistível música é totalmente viciante, possui um refrão agradável e entrega excelentes vocais. Artistas como Sam Smith e Ariana Grande conseguiram muitos admiradores por conta de suas vozes poderosas em um mundo cheio de vocais auto-sintonizados, logo Tori Kelly também tem tudo para receber a mesma atenção. A partir de sua voz para sua personalidade e talento, Tori Kelly é sem dúvida uma estrela em ascensão que só precisa ganhar reconhecimento para receber o devido sucesso no mainstream.

73

São Paulo, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.