Review: The Weeknd – Can’t Feel My Face

Álbum: Beauty Behind the Madness
Lançamento: 08/06/2015
Gênero: Pop, R&B, Funky
Produtores: Max Martin e Ali Payami
Compositores: Ali Payami, Savan Kotecha, Max Martin, Abel Tesfaye e Peter Svensson.

Lançada dia 08 de junho de 2015, “Can’t Feel My Face” é o segundo single do segundo álbum de estúdio do canadense Abel Tesfaye, mais conhecido por The Weeknd. Foi escrito por ele, juntamente de Ali Payami, Savan Kotecha, Max Martin e Peter Svensson, e produzido por Payami e Martin. É uma canção pop e R&B bastante influenciada e com grandes semelhanças a algumas obras do eterno rei do pop Michael Jackson. Essa semana a música atingiu a posição #3 da Billboard Hot 100 e já dá indícios de que vai ser uma canção onipresente nesse verão dos Estados Unidos. O cara está com bastante moral desde que emplacou “Earnet It” da trilha sonora de “50 Tons de Cinza”. Mas esse é o seu primeiro trabalho que tem o mestre do pop Max Martin como produtor. Está aí também o motivo pelas semelhanças com o hit “Love Me Harder”, sua colaboração com Ariana Grande.

Ainda assim, “Can’t Feel My Face” mantém várias características do som típico de The Weeknd, como os falsetes, por exemplo. Liricamente, também permanece dentro da proposta do cantor, girando em torno de drogas, sexo e muitas vezes uma combinação dos dois. “Eu não posso sentir meu rosto quando eu estou com você / Mas eu amo isso”, canta Tesfaye, comparando a companhia de uma mulher com drogas. A sua produção é incrível, trazendo uma batida bastante diferente de qualquer outro canção apresentada por ele anteriormente. Tem um apelo pop mainstream muito perceptível, mas como mencionado, manteve a assinatura do cantor ao oferecer boas melodias e a perspectiva fortemente influenciada por vícios e vida noturna.

O seu ritmo é bastante otimista e combinou bem com os vocais nebulosos, as letras relacionáveis e os elementos funky. O sintetizador oscilante aparecendo logo na abertura, a queda de graves no refrão e a guitarra no segundo verso, também foram complementos notáveis. Em outras palavras, essa faixa é irresistivelmente cativante e uma das melhores canções lançadas neste verão do hemisfério norte. Em si, o desempenho de The Weeknd, foi canalizado de uma forma tão saltitante e energética, que ficou em perfeita sintonia com a produção de Max Martin. Logo, já prevejo essa música sendo tocada exaustivamente nas rádios de todo o mundo e atingindo, daqui a algumas semanas, o topo da Billboard Hot 100 dos Estados Unidos.

86

São Paulo, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.