Review: Swae Lee – Swaecation (2018)

Lançamento: 04/05/2018
Gênero: R&B, Pop
Gravadora: Ear Drummer / Interscope Records
Produtores: Bizness Boi, Cardiak, Chopsquad DJ, Daniel + Harry, EY, FWDSLXSH, G. Ry, Karl Rubin, Mally Mall, Marz, Mike Will Made It, Neenyo, Scorp Dezel, Singawd e TuneDaRula.

“Swaecation” é o registro mais carismático, o foco mais suave dos três. Às vezes beira o R&B do início dos anos 80, embora seja muito mais flexível e contemporâneo. Mesmo separados, Swae Lee e Slim Jxmmi mantém seu vínculo como um duo.

Asegunda parte do novo álbum do Rae Sremmurd é o “Swaecation”, um registro solo do Swae Lee. Se os fãs quiserem comprar os paralelos “Speakerboxxx/The Love Below” (2003) com o projeto triplo da dupla, então “Swaecation” pode ser considerado mais parecido com o “The Love Below”. Mas não exagere nas comparações, porque Swae Lee não é o André 3000. Além disso, apesar de alguns bons momentos, “Swaecation” não é tão eclético quanto o “The Love Below” – que incorpora gêneros como o jazz, funk, soul-psicodélico e o pop-alternativo. Este LP não soaria fora do lugar se fosse da OVO Sound do Drake, por conta das suas batidas de R&B nebulosas e letras obscenas. Seu som é mais rico e tem um pouco mais de variedade, claramente pensando em ser uma espécie de álbum do verão. Ele está se estabelecendo como um artista altamente progressista, que se apega ao R&B, destila o caos sobre o amor e a luxúria e faz um trabalho pop vital. Este álbum permitiu que cada um dos irmãos explorasse algo fora do seu modelo familiar, que lhe rendeu sucesso inicialmente. Simplificando, com este LP, Swae Lee fez o seu trabalho mais sincero e autêntico até hoje. O seu alter-ego assume o comando na maior parte do repertório, mesmo que não seja nenhum segredo que ele não pode realmente cantar. Sua entrega auto-sintonizada funciona bem em conjunto com a produção atmosférica de R&B.

Do começo ao fim, Swae Lee oferece o que se esperava dele, demonstrando que pode fazer um bom álbum solo. “Swaecation” é um disco pop e R&B muito aproveitável por causa de suas influências e tom espacial. Mas por mais que seja bom, eu acho que os fãs estavam esperando muito mais do Swae em seu primeiro projeto solo. O que obtivemos em vez disso são algumas músicas que tocam em um Swae Lee mais discreto e melancólico, como podemos ouvir em “Touchscreen Navigation” e “Heartbreak in Encino Hills”. O “Swaecation” é composto de nove faixas acessíveis, mas que não são necessariamente inovadoras ou alucinantes. Dito isto, por mais que seja um registro infeccioso, entre as três partes, o “Swaecation” é o menos promissor. “Touchscreen Navigation” soberbamente estabelece as vibrações mais suaves deste álbum, abraçando um som completamente contemporâneo. É uma exibição inegável do seu talento, com sintetizadores prontos para as pistas e vocais co-produzidos por Singawd – colaborador de longa data do 6LACK. “Touchscreen Navigation” é um hino de verão sem a necessidade de ser uptempo. “Heartbreak in Encino Hills”, por sua vez, é enfatizada pelo poder da guitarra e bateria de ritmo acelerado, que flerta suavemente com uma batida jazzística, além dos vocais auto-sintonizados do Swae Lee. O seu único ponto negativo é a repetitividade da produção e o conteúdo lírico – que mostra ele relembrando quando foi usado por uma garota que só se preocupava com coisas materiais.

Em seguida, Swae prova que ele consegue equilibrar o canto e o rap durante “Heat of the Moment”. Apesar de ter um refrão repetitivo, é a vitrine real de uma música com valor de replay. Embora seja excessivamente longa, “Offshore” é uma das faixas mais dignas do “Swaecation”, mas isso graças principalmente ao Young Thug. Em alguns momentos, Swae aparece para cantar refrão ou, mas a música é acompanhada por um verso extraordinariamente maníaco do Thugger, onde ele canta sobre tudo Donald Trump à sua identidade sexual. É um número moderno, profundo e acessível. Quando Swae Lee disse que havia músicas no álbum parecidas com “Unforgettable”, ficou claro que “Guatemala” era uma delas. Essa faixa usa a mesma linha de baixo que, naturalmente, adiciona um alto valor de replay. Ela começa bem, com uma produção exuberante apoiando o canto do Swae. Após a introdução, ela se desenvolve em uma peça rítmica de pop-latino. Como de costume, Swae Lee canta em oposição ao rap – que parece ser o modo como ele está se apresentando ultimamente. Slim Jxmmi aparece quando estamos quase chegando nos 3 minutos de duração e auxilia o irmão com seu próprio verso. “Guatemala” é uma das músicas que dividiu os ouvintes, alguns rotulando como uma tentativa preguiçosa de recriar “Unforgettable”, enquanto outros a considerando uma das peças mais interessantes do “Swaecation”.

O primeiro single, “Hurt to Look” apresenta uma natureza enigmática, enquanto a produção é suave e contemporânea. Quando Swae Lee começa a cantar, um ritmo dançante entra e ancora as coisas. Ele serve o refrão delicioso antes de entregar alguns versos. “Hurt to Look” possui vibrações que lembram o Drake, enquanto é uma das faixas mais fortes do álbum em termos de refrão e produção. Mais uma vez, temos Swae cantando ao invés de fazer rap, algo que os fãs do Rae Sremmurd já estão acostumados. Liricamente, ele não oferece nada monumental, mas “Hurt to Look” é certamente o melhor dos dois primeiros singles. Uma canção exuberante produzida por FWDSLXSH e Bizness Boi, os arquitetos de algumas das faixas de destaque do 6LACK. Sua composição é lentamente intoxicante, suspendendo os vocais de Swae sobre um padrão de bateria e uma batida retrô. Com apenas um salto perceptível em “Lost Angels”, o álbum é uma vitória merecida para o Swae Lee, mesmo que “Red Wine” seja estranhamente similar a “Persian Rugs” do PARTYNEXTDOOR. Um R&B melancólico que também lembra o The Weeknd, onde Swae utiliza seu registro mais baixo. Quando semelhanças como essas aparecem, é difícil dar à “Swaecation” uma alta quantidade de crédito, mesmo que seja um disco tão divertido. Ainda assim, é um álbum que não deixa a desejar quando trata-se de produção.

  • 74%
    SCORE - 74%
74%

Favorite Tracks:

“Touchscreen Navigation” / “Guatemala (with Slim Jxmmi)” / “Hurt to Look”.

São Paulo, 22 anos, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas e séries. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.