Review: Rita Ora – Body on Me (feat. Chris Brown)

Álbum: Body on Me (feat. Chris Brown) – Single
Lançamento: 07/08/2015
Gênero: Pop, R&B
Produtores: The Monsters & Strangerz
Compositores: Rita Ora, Chris Brown, James Abrahart, Rosina Russell, Robin Weisse, Teris Vinson e Tinashe Sibanda.

Lançada dia 07 de agosto de 2015, “Body on Me” é o primeiro single do próximo álbum de estúdio da britânica Rita Ora. Apresentando Chris Brown, a canção troca as batidas dance rotineiras da cantora, para algo um pouco mais sensual. Produzida por The Monsters & Strangerz, que já trabalhou com Jason Derülo, Rihanna, Pitbull, Maroon 5 e muitos outros, “Body on Me” possui um ritmo lento e muito familiar, que rapidamente traz outras canções a mente. Mas para alguém que já lançou várias faixas genéricas, como “How We Do (Party)”, “Radioactive” e “Poison”, essa música parece ser um enorme passo de Rita Ora na direção certa. Musicalmente, é inegável que os singles de Rita Ora são sempre cativantes, mas parecem não possuir um rosto, ao mesmo tempo que poderiam ser gravados por qualquer outra cantora.

Isso não muda muito com “Body on Me”, mas pelo menos ouvimos ela mantendo-se fiel a uma batida de R&B, com um enorme sabor urbano, e em uma ótima química com Chris Brown. “Eu só quero sentir seu corpo no meu / Se você quer, então o tem, me abrace / Sem mais, sem perder mais tempo / Nós podemos, nós podemos fazer isso a noite toda”, eles cantam no quente refrão, enquanto ela mostra um lado versátil como vocalista. Percebemos que andar em uma linha entre o pop e R&B, Ora parece sentir-se confortável e dentro de um território adequado para ela. Desde a introdução tribal, com um ritmo sexy e comandado pela performance vocal de Ora, a faixa instantaneamente demonstra ter uma vibe bem radio-friendly.

O refrão, a composição e a química com Brown ainda adicionam um pouco mais de poder. “Body on Me” é realmente uma pista sólida, com uma natureza sedutora especificamente concebida para as rádios. Isto é notado facilmente desde o carismático refrão até os grudentos “heyos” e “aiaiais” contidos na letra. Rita Ora já possui um bom histórico de hits no Reino Unido, mas até o momento não emplacou um single próprio nas paradas musicais dos Estados Unidos. Com ajuda de Chris Brown, que quase todo ano consegue um hit por lá, talvez finalmente consiga esse feito. De momento, é seguro dizer que “Body on Me” é uma boa canção e definitivamente tem potencial para fazer algum barulho nos charts musicais mundo à fora.

68

São Paulo, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.