Review: Post Malone – Internet

Essa semana, Post Malone lançou o seu terceiro álbum de estúdio, “Hollywood’s Bleeding”. Formado por dezessete faixas, incluindo os hits “Sunflower” e “Wow”, é provavelmente o seu melhor trabalho até a data. Na décima terceira faixa, Post Malone vai direto ao ponto quando diz “foda-se a internet”. Mais tarde, ele é mais firme em sua concepção: “Se a ignorância é uma bênção, então não me acorde / Eu serei o último a saber, porque eu não fico mais na internet”. Aparentemente, ele está paranoico e cansado de toda mentira que rola na web. “Estou paranoico desde que eles começaram a vazar minhas merdas”, ele diz. Malone quer ter uma vida offline onde poderá prosperar e ter uma saúde mental saudável. Co-escrita por Kanye West, “Internet” possui uma aura iluminada em torno de sua voz – mesmo que o canto seja auto-sintonizado. A melancólica seção de cordas e as belas teclas de piano foram cortesia do trio BloodPop, DJ Dahi e Louis Bell. “Internet” é a oração do Post Malone, onde ele prefere ficar desconectado e livre de qualquer comentário tóxico. Com um único verso e refrão melancólico, “Internet” se resume aos vazamentos de suas músicas, aspirantes do Instagram, má imprensa e calúnia das redes sociais.

É uma página do manual de paranoia pública do Kanye West – com sentimentos de apatia e arrogância. Os fãs reconhecerão essa faixa como “InstaLove” pelos vazamentos do “Yandhi”, com o devido espaço reservado para o seu verso. As cordas em movimento parecem inspiradoras e comoventes, enquanto as letras são surpreendentemente melodramáticas. Post Malone tem mau gosto, mas também um tom perfeito – e juntos geralmente contribuem para uma combinação vencedora. Em “Internet”, por exemplo, temos uma visão interessante de sua mentalidade. O mundo gira em torno da web, e a vida fora dela é discutida pelo caos das redes sociais. Quando você está offline, fica isolado do mundo. No entanto, ele é forte demais para sucumbir. Essa música usa cordas orquestrais para condenar as redes sociais – sem Post Malone falar com sua própria superficialidade. Em uma das músicas mais curtas do álbum, ele quer ficar fora da internet e longe de todos os problemas que ela traz.

São Paulo, profissional de Recursos Humanos, apaixonado por músicas, filmes, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.