Review: Pharrell Williams – Freedom

Álbum: Freedom – Single
Lançamento: 30/06/2015
Gênero: R&B
Produtores: Pharrell Williams
Compositores: Pharrell Williams.

“Freedom” é o mais recente single de Pharrell Williams, divulgado exclusivamente pela Apple Music em 30 de junho, mesmo dia do lançamento mundial do serviço de streaming. O multi-talentoso Pharrell é certamente o artista mais onipresente da atual indústria musical, e para celebrar o lançamento do seu mais novo single resolveu fazer essa parceria com a Apple. O cara é realmente um artista de muitas facetas, podendo trabalhar na produção, composição, percussão, canto e ainda possui um arsenal de talentos artísticos ao seu lado. Embora a melodia e vibração pop inflável de “Freedom” seja semelhante a do smash hit “Happy”, a canção não aparenta ter a mesma sensação de efervescência, alegria e carisma da mesma. Em vez de possuir uma positividade chiclete, “Freedom” é mais soulful e tecnicamente séria.

A música explora uma marca mais específica de euforia, provocada pela sensação de liberdade contida em seu título e letra. A mensagem da música é claramente positiva, com letras que promovem o bem-estar sem restrições ou limitações. Em algumas linhas inspiradoras encontramos frases como: “Flor vermelha do homem / Está em todas as coisas vivas / Mente, use seu poder / Espírito, use suas asas / Liberdade” e “Quando um bebê respira pela primeira vez / Quando a noite vê o nascer do sol / Quando a baleia caça no mar / Quando o homem reconhece / Liberdade (…)”. Ao longo de sua execução, que percorre menos de 3 minutos, encontramos Pharrell gritar a palavra “Freedom!” a plenos pulmões, provando que esta é principal mensagem da música. A força em sua voz é evidente e realmente evoca o sentimento de liberdade ao ouvinte.

Pois é feroz e contagiante de uma só vez, agravada ainda mais pelo sentido de urgência impulsionado pelo poderoso uso da repetição. Curiosamente, a música não faz uso do fenomenal falsete de Pharrell, pelo contrário, utilizou suas mais suaves entonações antes de desencadear em um grito revolucionário. E para aproximar a letra do público que a ouve, Williams a impulsionou com o apoio eficaz de um piano, uma simples percussão e alguns expressões vocais femininas. A batida e os riffs descolados de piano definitivamente adicionaram um elemento de diversão e descontração para a mesma. Enfim, “Freedom” é uma mistura agradável de R&B e pop, contemplado por um carisma irresistível e demasiada convicção no seu conteúdo lírico. Ela pode não ter cara de hit instantâneo como seus singles anteriores, mas é, sem dúvida, instigante e de qualidade.

66

São Paulo, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.