Review: Pabllo Vittar & Charli XCX – Flash Pose

Nesta sexta-feira, Pabllo Vittar divulgou sua primeira música completamente em inglês. De olho no mercado internacional, a drag queen lançou “Flash Pose” em parceria com Charli XCX. É o primeiro single do seu futuro terceiro álbum de estúdio, “111” – título que faz referência ao seu aniversário. Anteriormente, elas haviam trabalhado juntas em “I Got It”, faixa da mixtape “Pop 2” (2017). Enquanto Vittar mostrou vontade de sair da zona de conforto, XCX prometeu lançar em setembro o seu primeiro álbum em cinco anos. Enquanto ela é um nome familiar no Hemisfério Norte, Vittar traz seu próprio poder de estrela para “Flash Pose”. A drag queen brasileira de 24 anos entrou em cena com o álbum “Vai Passar Mal” (2017) – que rendeu os hits “K.O.” e “Corpo Sensual”. Posteriormente, lançou o disco “Não Para Não” (2018), que fez dela a primeira drag queen indicada para um Grammy Latino.

Quanto a “Flash Pose”, é um hino por excelência. Aqui, ambas artistas estão prontas para a câmera. Brincando sobre tirar selfies, a canção tece com um refrão percussivo tingido eletronicamente, interlúdios líricos e uma produção electropop. Após uma introdução falada – um tanto quanto brega – a batida acelera e o viciante gancho aparece. Em seguida, Vittar canta em favor de uma melodia confiante e um estilo surpreendentemente elegante que lembra o house dos anos 90. Interpretado por ambas, o refrão é incrivelmente infeccioso e parece ter sido feito especialmente para as boates. “Entra na minha foto, pose / Entra na moldura, feche / Tão sexy, pose / É, pose, é, feche”, elas cantam enquanto pedem para o ouvinte fazer uma pose. Co-escrita por Aluna Francis da dupla AlunaGeorge, “Flash Pose” também traz características da PC Music – particularmente no verso da XCX. “Tô linda quando entro na festa / Dirijo carros rosa tipo a Barbie Malibu / Com um vestido Versace 1999 / Eu amo a Pabllo, a Pabllo ama a Charli”, ela recita com seu carisma habitual. Em termos de produção, “Flash Pose” é um deleite para os fãs de música pop; enquanto resgata a energia dance-pop da década de 90. O coreografado videoclipe é uma festa que qualquer um gostaria de ser convidado. Elas aparecem cercadas por um grupo de dançarinos, enquanto trocam olhares e fazem pose para as câmeras.

São Paulo, profissional de Recursos Humanos, apaixonado por músicas, filmes, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.