Review: Mýa – TKO (The Knock Out) (2018)

Lançamento: 20/04/2018
Gênero: R&B
Gravadora: Planet 9 / MGM / The Orchard
Produtores: Mýa Harrison, Lamar “MyGuyMars” Edwards, Khirye Tyler, R. Kelly, Los da Mystro e Lyle LeDuff.

Mýa Harrison segue assumindo o total controle de sua carreira. A cantora de 38 anos continua entregando um R&B sedutor desde que virou artista independente há mais de uma década.

Mýa é uma veterana musical com mais de vinte anos de carreira. Ela era uma presença constante nas paradas de R&B do começo dos anos 2000. Para aqueles que não sabem, Mýa Harrison possui vocais por trás de “Case of the Ex”, “My Love Is Like…Wo” e na reformulação de “Lady Marmalade” (com Christina Aguilera, P!nk e Lil’ Kim). A maioria do público mainstream provavelmente acha que ela está em hiato há muito anos. No entanto, ela está continuamente lançando novas músicas o tempo todo. Seu último álbum de estúdio, “Smoove Jeans” (2016), a propósito, recebeu uma indicação ao Grammy Awards de 2017. Ela divulgou esse disco em 14 de fevereiro de 2016 para comemorar o lançamento do seu single de estreia, “It’s All About Me”, que foi lançado no mesmo dia há 18 anos. “Smoove Jeans” (2016) foi influenciado por elementos old-school dos anos 70, 80 e 90, e compartilhado exclusivamente pela Apple Music. Mýa tem 38 anos e continua entregando um R&B atraente desde que virou artista independente há mais de uma década. Lançado em sua própria gravadora, a Planet 9, o seu oitavo álbum de estúdio foi nomeado de “TKO (The Knock Out)”. Ser uma artista independente significa ter um trabalho árduo, porém, também possuir o total controle criativo e todos os direitos sobre sua música. Sonoramente, é um registro de R&B contemporâneo que combina elementos das décadas de 70 e 90 com um som moderno.

Ele foi produzido exclusivamente por Lamar “MyGuyMars” Edwards, com produção adicional de Los Da Mystro, Lyle LeDuff e Khirye Tyler. No geral, “TKO (The Knock Out)” possui um escopo interessante, boas referências e ótimas inspirações que abrangem o gênero R&B. Descrito como “Smoove Jones” parte dois, o álbum inicia com a faixa “The Fall”, que fornece uma produção pesada e aura atmosférica. Ela ainda inclui uma mensagem para “Fallen”, uma das principais músicas da Mýa de 2003. Em termos de som, o álbum é inicialmente direcionado para slow-jams de R&B contemporâneo. “Open”, com o rapper GoldLink, é uma faixa de R&B com fortes elementos de trap. A interpolação com “My Life” da Mary J. Blige e a presença do GoldLink evitam que as coisas fiquem muito tristes. Mýa sabe como manter um humor maduro e o ouvinte envolvido, mesmo usando algumas tendências atuais. Entretanto, isso não significa que o “TKO (The Knock Out)” seja à prova de falhas. Às vezes a simplicidade atrapalha, como podemos notar em “Simple Things”. Uma canção sonoramente monótona e liricamente superficial. A pulsante “Down”, por outro lado, soa abafada e fornece teclas tilintando a todo momento. A sedutora “Ready for Whatever” serviu como primeiro single do álbum e traz uma mulher insatisfeita. Aqui, Mýa quer ser prioridade na vida do seu namorado e se recusa a deixar alguém ou qualquer coisa no seu caminho. É uma faixa de R&B e trap composta por sintetizadores e uma linha de baixo que define o clima das letras.

O álbum ainda inclui uma segunda versão intitulada “Ready (Part III – 90’s Bedroom Mix)”, com novos arranjos e um som distintamente diferente da original. Um número mais sensual e lento que usa como base a faixa “It Seems Like You’re Ready” do R. Kelly. “Damage”, por sua vez, é uma verdadeira jóia escondida no álbum, uma vez que fornece uma guitarra elétrica muito sensual. Ademais, possui uma boa dose de bateria, teclado e amostras de “Breakin’ My Heart (Pretty Brown Eyes)” do grupo Mint Condition. O terceiro single, “You Got Me”, é uma peça lenta que faz uma combinação de tambores e sintetizadores que lembram o R&B da década de 90. É um pouco inofensiva e liricamente sem objetivo. Enquanto a breve “T.K.O. Interlude” possui algumas metáforas um pouco pesadas, “Knock You Out” fornece licks de guitarra e boas harmonias vocais. Ela foi escrita por Mýa ao lado da talentosa Marsha Ambrosius, com uma produção conduzida pelo seu frequente colaborador, Lamar “MyGuyMars” Edwards. Uma música atmosférica de neo-soul influenciada pelo grupo The Isley Brothers. O álbum termina com uma nota positiva, pois “With You”, com My Guy Mars, e “If Tomorrow Never Comes” são caracterizadas por ritmos particularmente cativantes. Mýa é uma artista veterana, sagaz, independente e escreve suas próprias músicas. “TKO (The Knock Out)” pode não ser um álbum de destaque no cenário musical atual, mas é outro lançamento sólido para o catálogo da Mýa!

  • 61%
    SCORE - 61%
61%

Favorite Tracks:

“Open (feat. GoldLink)” / “Damage” / “With You (feat. MyGuyMars)”.

São Paulo, 22 anos, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas e séries. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.