Review: Miley Cyrus – Cattitude (feat. RuPaul)

Nas últimas semanas, Miley Cyrus provocou seus fãs nas redes sociais sobre um futuro novo projeto. Mal sabíamos, até agora, que “She Is Coming” seria o título do seu próximo EP. A quarta faixa da tracklist, intitulada “Cattitude”, instantaneamente me lembrou de “4×4” e “SMS (Bangerz)”, uma vez que a velocidade do ritmo é similar. Nesta faixa, Miley Cyrus e RuPaul fazem um rap sobre o amor por sua genitália. Ambos falam explicitamente sobre o poder de seus desejos sexuais e como eles o possuem. Além disso, a música possui uma citação controversa, onde Cyrus diz: “Eu te amo Nicki, mas eu escuto Cardi”. Aparentemente, ela parece estar tomando o partido de Cardi B e não demonstra ter medo de se meter em uma disputa. Embaraçosa e transbordando atitude, Cyrus pisa em uma direção inesperada. O título da música é uma combinação das palavras “gata” e “atitude”.

“Gata” é muitas vezes usado como adjetivo para elogiar as mulheres, consequentemente, Miley Cyrus não se conteve. Ela não se vangloria de ter “atitude”, mas sim uma “gatitude”, que parece significar uma posição em relação ao empoderamento feminino. Nas letras, Cyrus também menciona sua cidade natal e relembra como foi transformada em música por Billy Ray Cyrus desde quando tinha 3 anos de idade. “Cattitude” é uma música atrevida de hip hop com batidas vigorosas que é melhor em sua ideia do que na execução. “Aumente sua gratidão, baixe sua bola / Eu amo minha buceta, isso significa que eu tenho gatitude”, ela canta no refrão. Ela convidou a drag-queen RuPaul para “Cattitude”, e ela assumiu a faixa completamente. Os dois cantam sobre uma batida inspirada pelo house, mas às vezes as letras são dignas de piada. Essa parte lírica bagunçada da era “Bangerz” (2013) não era bem o que eu esperava. O rap é empolado e, provavelmente, a melhor coisa da música é a interpolação de “rum-pum-pum-pum” de “Work It” da Missy Elliott. 

São Paulo, profissional de Recursos Humanos, apaixonado por músicas, filmes, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.