Review: Migos – Supastars

Antes de lançar o seu terceiro álbum de estúdio, o trio Migos divulgou dois singles, “MotorSport” e “Stir Fry”, bem como o single promocional “Supastars”. Um corte rápido que apresenta os três membros divertindo-se ao falar sobre fama, carros, dinheiro e um estilo de vida luxuoso. Produzida por Honorable C.N.O.T.E. e Buddah Bless, é uma faixa com um alto valor de produção, apesar de não possuir o mesmo encanto de “MotorSport” e “Stir Fry”. A música foi lançada durante a aparição do trio no Zane Lowe’s Beats 1 Radio em 22 de janeiro de 2018. Embora não possua nada de especial, fornece uma batalha trap futurista sobre uma ótima produção. A sua estrutura é realmente deslumbrante, além de possuir várias texturas e camadas trazendo um brilho real. Os acordes de teclado encaixaram-se muito bem com a percussão e o sintetizador atmosférico.

Como mencionado, “Supastars” é uma descrição bem direta da vida de Quavo, Offset e Takeoff. Linhas como, “Superestrelas, superestrelas, superestrelas / Carros novos, nós compramos o bar agora”, descrevem o estilo de vida selvagem e despreocupado dos três. A batida é certamente uma das mais interessantes do “Culture II” (2018), principalmente por complementar perfeitamente os sintetizadores de alto timbre e a linha de baixo ameaçadora. É uma peça que segue pelo método tradicional do Migos, incluindo as múltiplas ad-libs. Não dá para negar que, liricamente, “Supastars” é o Migos no piloto automático falando sobre os mesmos temas. Em outras palavras, é um banger agressivo e profundo com a típica comutação vocal do trio. Aqui, cada membro teve a oportunidade de mostrar o seu fluxo sobre a produção intensa. Embora não seja tão empolgante, “Supastars” é mais um testemunho do estilo cativante e temperamental do Migos.

São Paulo, profissional de Recursos Humanos, apaixonado por músicas, filmes, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.