Review: Megan Thee Stallion – B.I.T.C.H.

Megan Thee Stallion exige respeito em sua nova música intitulada “B.I.T.C.H.” – o single aparecerá em seu próximo álbum de estúdio. A rapper, que provocou a faixa na semana passada via Instagram, a lançou à meia-noite de quinta-feira. Sobre amostras de “Rather Be Ya N.I.G.G.A.” do 2Pac, Megan diz que não aceitará nenhum tipo de crítica. “Eu prefiro ser uma V-A-D-I-A / Porque é assim que você vai me chamar quando eu estiver doida de qualquer maneira”, ela declara no refrão. 

Seu álbum de estreia tem o nome do seu novo alter-ego, “Suga”, a quem ela descreveu como “melhor amiga de Tina Snow”. Embora o rapper de Houston não tenha anunciado a data de lançamento do novo álbum, ela revelou que contará com a presença de Kehlani, juntamente com outras colaborações que serão anunciadas em breve. Ademais, ela também foi vista no estúdio trabalhando com Pharrell Williams. “B.I.T.C.H.” segue o lançamento de “Diamonds”, sua colaboração com Normani para a trilha sonora de “Aves de Rapina”. Mesmo que Megan Thee Stallion seja ousada em termos de letra, “B.I.T.C.H.” apresenta um pano de fundo suave que contrasta soberbamente com sua ousadia – ela pode agradecer a Helluva Beats pela produção. Os relacionamentos com os homens sobre os quais ela canta muitas vezes parecem transacionais, mas aqui ela confronta um namorado inepto que ignora seus sentimentos. O refrão é pontilhado com um canto delicado que lembra a igualmente sensível “Big Drank”. Ela não está apenas machucada; e sua confiança complementa perfeitamente a batida furtiva. A produção é um grande ponto de venda – ademais, o refrão é cativante e bastante memorável.

São Paulo, profissional de Recursos Humanos, apaixonado por músicas, filmes, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.