Review: MARINA – Handmade Heaven

Lançamento: 08/02/2019
Gênero: Pop
Produtor: Joel Little
Compositor: Marina Diamandis

Atalentosa Marina está de volta, mas dessa vez, sem o The Diamonds. Produzida por Joel Little, o responsável pelo “Pure Heroine” (2013) da Lorde, “Handmade Heaven” é uma música serena e inspiradora. “Eu invejo os pássaros / No alto das árvores / Eles vivem suas vidas / Com tanto propósito”, ela canta nas primeiras linhas. “Eu invejo as aranhas / Os esquilos e sementes / Todos eles encontram seu caminho / Automaticamente”. Em vez de nadar na escuridão, como ela fez tantas vezes no passado, Marina encontra uma paz reconfortante no refrão: “Mas neste paraíso feito à mão, eu ganho vida / Pássaros azuis para sempre colorem o céu / Neste paraíso feito à mão, nos esquecemos do tempo / Porque pássaros parecidos voam juntos”. É uma música dolorosamente bonita que prepara o ouvinte para o seu quarto álbum de estúdio, supostamente intitulado “Love + Fear”. No meio tempo entre esse disco e o “Froot” (2015), Marina trabalhou em algumas colaborações e entrou em turnê. “Handmade Heaven” é a primeira amostra do que está por vir e uma direção diferente do esperado. Uma balada pop melódica que flutua sonoramente em algum lugar entre as eras “The Family Jewels” (2010) e “Electra Heart” (2012), enquanto coloca alguma influência da Lana Del Rey no meio das harmonias sonhadoras.

Aqui, Marina mostra seus fortes vocais de forma teatral e enfatiza a produção cinematográfica. Nas redes sociais, ela disse que o single não é necessariamente uma representação do resto do álbum. Graças ao instrumental, a vibração parece mais compatível com faixas como “I’m a Ruin” e “I Am Not a Robot”. Musicalmente, “Handmade Heaven” pode ser melhor descrita como uma música pop midtempo com uma leve produção eletrônica e um estilo vocal característico, que se move elegantemente entre tons mais profundos e notas altas. Nas letras, Marina inveja os animais que vivem sua vida com propósito, enquanto parece estar procurando por algo. No momento em que o refrão chega, ela ganha vida em seu paraíso “feito à mão”. A crescente melodia do refrão representa sonoramente o céu mencionado na letra. É uma típica canção da Marina com uma produção contemporânea e um som maduro. No entanto, não deixa de ser uma escolha perigosa para primeiro single, uma vez que não se trata de uma música acessível ou radiofônica. Dito isto, ressalto que a Marina nunca foi uma cantora que se submete à convenções pop. Com sua produção atmosférica e vocais elegantes, a cantora soa confiante como sempre foi. Em última análise, “Handmade Heaven” é um retorno agradável que provavelmente alimentou a ansiedade dos seus fãs.

São Paulo, profissional de Recursos Humanos, apaixonado por músicas, filmes, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.