Review: Little Big Town – Girl Crush

Álbum: Pain Killer
Lançamento: 15/12/2014
Gênero: Country
Produtor: Jay Joyce
Compositores: Lori McKenna, Hillary Lindsey e Liz Rose.

“Gilr Crush” foi lançada pelo grupo Little Big Town em dezembro de 2014, como o segundo single do seu sexto álbum “Pain Killer”. É uma canção sobre uma garota obcecada por outra que está se relacionando com seu ex-namorado. O grupo, formado por Karen Fairchild, Kimberly Schlapman, Jimi Westbrook e Phillip Sweet, estão na elite do atual gênero country dos Estados Unidos, sempre muito elogiados pela crítica especializada. E para manter esse status, ele precisaram correr alguns riscos dentro do seu som. Provavelmente, foi esse pensamento que fez nascer a canção “Girl Crush”. Lori McKenna, uma das compositoras, disse que quando apresentou a ideia para a co-escritora Liz Rose, a mesma não gostou muito no início. Porém, ela mudou de ideia assim que ouviu o primeiro verso escrito por Hillary Lindsey. As membros do grupo, Kimberly e Karen, ouviram a canção e pediram para gravá-la.

“Girl Crush” acabou causando polêmica nos Estados Unidos por muitos a interpretarem exclusivamente como tema lésbico. Pois olhando para o seu título, aparenta ser sobre uma mulher querer estar com outra romanticamente. No entanto, Little Big Town disse que a faixa também pode ser interpretado de outro ângulo. É uma música astuta na forma como finge ser sobre uma coisa, mas querendo descrever outra. A mulher da canção tem uma queda pela outra no sentido de querer ter o seu namorado, ou seja, ela quer desesperadamente todas as coisas que a segunda personagem tem. “Eu quero seu longo cabelo loiro / Eu quero seu toque mágico”, são algumas linhas encontradas na música que desmente a narrativa em prol da bi e/ou homossexualidade. Talvez as compositoras sentiram que demonstrar uma verdadeira paixão pelo mesmo sexo na letra de uma música, seria um tema muito ousado para a conservadora música country americana.

Mas é inevitável que as mulheres podem relacionarem-se com a letra da canção de outras formas, principalmente, por causa dos versos: “Eu tenho uma queda por uma garota / Odeio admitir isso (…) / Eu quero provar os lábios dela”. Sonoramente, “Girl Crush” é uma belíssima balada country, com um ritmo lento e suave, que abrange brilhantes harmonias e diferentes estilos em sua essência, como o R&B, soul, pop e o blues. Os lindos e habilmente trabalhados vocais de Karen Fairchild tomam o centro das atenções na música e, sem dúvida, é um dos seus melhores desempenhos vocais até a data. Esse tipo de canção nos remete à músicas country de raízes, com seus doces arranjos, letras emotivas e instrumental simplista, que aumentam a sua beleza e permite que momentos acapela destaquem-se ainda mais. No geral, com suas serenas melodias e natureza pacífica, “Girl Crush” pode muito bem ser classificada como a melhor música country de 2014/2015.

78

São Paulo, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.