Review: Lily Allen – Higher

Lançamento: 09/03/2018
Gênero: Pop, Hip hop
Produtor: P2J
Compositores: Lily Allen, Alastair ‘AoD’ O’Donnell, Daniel London e P2J

Após o lançamento do “Sheezus” (2014), Lily Allen desapareceu dos holofotes e passou por momentos difíceis no seu casamento. A partir do momento que não conseguiu se conectar como artista, ela resolveu se afastar da mídia e focar apenas na família. Somente em dezembro de 2017, ela retornou ao mundo da música quando liberou a faixa “Trigger Bang”, com o rapper Giggs. Depois desse lançamento, as coisas pareciam ter esfriado novamente em torno da britânica. Entretanto, em 09 de março, ela anunciou uma turnê pela Europa, liberou dois novos singles, “Higher” e “Three”, e finalmente informou a data de lançamento do seu próximo álbum de estúdio. Aqueles que esperavam por melodias animadas ou adocicadas devem ter ficado surpresos. Afinal, “Higher” é uma canção discreta e melancólica na qual Lily Allen aborda o drama de um relacionamento. Enquanto isso, “Three” é uma balada de piano ligeiramente atrevida escrita da perspectiva de uma das filhas da cantora. Ao falar sobre o novo álbum, intitulado “No Shame”, Allen disse: “Eu acredito que nós, como seres humanos, trabalhamos com as coisas falando sobre elas, e é isso que a música faz para mim”.

“Estou compartilhando coisas que você espera que se conectem com as pessoas, e não que se conectem a algoritmos. Acho que somos liderados por forças externas em termos do modo como nos expressamos hoje em dia, porque estamos com tanto medo do que volta. É algo que sempre quis explorar. É por isso que eu entrei no começo, quando me senti muito mais livre”, finalizou. O futuro quarto álbum da Lily Allen tem tudo para ser o mais cru e honesto de sua carreira. Ele será lançado em 08 de junho de 2018 e vai explorar temas como crise de identidade, colapso conjugal, abuso de substância ilícitas e relacionamento familiar. A produção despojada de “Higher”, encomendada por P2J, apresenta um sutil riff de guitarra e ums suave percussão. É uma canção descontraída e discreta que fornece uma nova direção sonora para Allen. Liricamente, ela fala sobre sua recente separação com o marido. Em vez de um conteúdo lírico sarcástico, explícito ou atrevido, ela preferiu explorar algo mais sincero e reflexivo. “Desculpe, mas eu conheço o seu tipo / Não serei prejudicada”, ela canta. No refrão, Lily Allen apenas sussurra a palavra “higher”, conforme experimenta uma produção mais simples e tranquila. Inicialmente, é difícil de se acostumar com “Higher”, mas posteriormente você consegue se conectar com a vibe e ritmo mais lento.

São Paulo, profissional de Recursos Humanos, apaixonado por músicas, filmes, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.