Review: Lil Uzi Vert – New Patek

Após uma pequena introdução, Lil Uzi Vert não perde tempo para apresentar o seu novo single. Ao longo de “New Patek”, ele oferece um fluxo incrivelmente ágil no decorrer de quase 6 minutos. O refrão, que já está entre os melhores do seu catálogo, o encontra flexionando-se com grande força e presença. Neste single, Lil Uzi Vert passa grande parte do tempo objetificando as mulheres. Mas apesar de ser superficial no que diz respeito aos seus esforços sexuais, ele faz divertidas citações sobre o Drake, Rey Mysterio, roupas de luxo, gangues, diamantes e, principalmente, ao seu novo relógio da marca Patek Philippe. “New Patek” é um passo interessante para um artista que redefiniu o sucesso de streaming com “XO TOUR Llif3”. Uma música curta, insanamente repetitiva e uma peça de hip-hop extremamente cativante. Mas agora Lil Uzi Vert vai contra essa tendência, ao lançar uma faixa muito longa para os padrões de rap. “New Patek” é repleta de versos desconexos e um refrão sem o imediatismo de “XO TOUR Llif3”. Porém, ironicamente, o resultado é tão brilhante e desconcertante quanto o da citada. Sua produção, uma cortesia de Dolan Beats, é hipnótica, emotiva e repleta de gemidos.

Outro aspecto charmoso de “New Patek” é o vídeo teaser que Uzi Vert postou em seu Instagram, que o mostra fazendo seus movimentos caracteristicamente excêntricos. Como qualquer coisa envolvendo o rapper, isso acabou se tornando viral na internet. Esta canção possui floreios de piano, riffs de harpas, duras batidas e um total de quatro versos em sua composição. Na ponte, parcialmente extraída do primeiro verso, ele faz referências ao relojeiro suíço Frank Mueller, antes de acrescentar: “Rolex novo me deixa orgulhoso de olhar para meu pulso / AP me deixa orgulhoso de olhar para meu pulso / Richard novo no meu pulso / Tenho um milhão, está tudo na minha conta bancária”. Curiosamente, no segundo verso há citações ao anime Naruto e à marca Saint Laurent: “Fazendo sinais de gangue, Naruto / Coloquei metal no meu nariz tipo o Pain (…) / Saint Laurent todos em todos meus pisantes, não uso Vans”. O estilo emo de suas faixas do passado está ausente, em seu lugar há ostentação e linhas mais rápidas. “New Patek” não é uma faixa tradicional e utiliza uma ampla repetição lírica. Ancorada por uma batida rígida, possui uma produção relativamente suave. Mais uma vez, o fluxo do Lil Uzi Vert está notável. Apesar de se tornar repetitiva e investir em alguns clichês do rap, é uma faixa extremamente carismática.

São Paulo, profissional de Recursos Humanos, apaixonado por músicas, filmes, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.