Review: Lil Tjay – Decline (feat. Lil Baby)

Tionne Daylan Merritt, famoso como Lil Tjay, é um dos jovens rappers mais bem-sucedidos do momento. Ontem, ele lançou o seu primeiro álbum de estúdio, intitulado “True 2 Myself”. Embora seja muito novo, ele conseguiu um contrato de gravação com a Columbia Records. Tjay foi criado no Bronx, Nova York, com sua mãe e irmãos. No ensino médio, ele se envolveu em brigas e roubos, levando-o a cumprir algumas sentenças. Em 2016, ele foi condenado a 1 ano de prisão em um centro de detenção juvenil. Esse período o influenciou a escrever suas primeiras letras. No final de 2017, ele prometeu à mãe que deixaria completamente a vida do crime. No mesmo ano, Tjay começou a lançar suas primeiras músicas no SoundCloud. Agora, ele tem um patrimônio líquido estimado em 2,2 milhões e é uma voz para muitos jovens afro-americanas criados em ambientes pobres. “True 2 Myself” possui dezessete faixas e conta com um dos recursos mais cobiçados do momento – Lil Tjay e Lil Baby fazem uma ótima parceria em “Decline”. Ambos têm um talento especial para melodias nasais que podem deslizar por praticamente qualquer instrumento. A produção se encaixou como uma luva; teclas melosas aparecem por toda sua extensão. “Decline” é uma homenagem a tudo o que resta quando ele está na estrada – sua namorada permanece em seu pensamento em meio a toda agitação. Ela acha que ele está ignorando suas ligações, mas Tjay é inundado por sentimentos de angústia. “Eu não estou pressionando o declínio / Apenas estou pensando demais”, ele diz no refrão. Ele tenta se conectar à ela, enquanto os traumas do passado começam a dominá-lo. Obviamente, o lamento lírico do Lil Baby combinou perfeitamente com suas palavras. Influenciado pelo R&B, “Decline” é um número sexual onde ele se expressa de forma sentimental e imparável.

São Paulo, profissional de Recursos Humanos, apaixonado por músicas, filmes, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.