Review: Kodak Black – ZEZE (feat. Travis Scott & Offset)

Lançamento: 12/10/2018
Gênero: Hip hop, Trap
Produtor: D. A. Doman
Compositores: Jacques Webster, Dieuson Octave, J. Thomas, David Doman, M. Prince, C. Gandy-Rogers e Kiari Kendrell Cephus.

No mês passado, o rapper Kodak Black deixou os fãs ansiosos, quando foi visto no estúdio com Travi$ Scott trabalhando em algumas novas músicas. Os dois nos deram uma prévia do que estavam trabalhando, enquanto dançavam junto com o instrumental da música num vídeo digno de memes. Depois de lançar “If I’m Lying I’m Flying”, o seu primeiro single desde que saiu da cadeia, e “Wake Up in the Sky”, com Bruno Mars e Gucci Mane, Kodak Black permaneceu fiel à sua palavra de compartilhar seu tão esperado novo single com Travi$ Scott e Offset. “ZEZE” foi lançada em 12 de outubro de 2018 e traz um título semelhante à escrita dos últimos singles do 6ix9ine. Assim como outros ex-presidiários, parece que Kodak Black se tornou mais famoso depois de ser liberado da prisão. Não foi à toa que esta música foi muito bem recebida pelo público em geral. É perceptivo que Kodak Black parece uma pessoa relativamente nova, desde que foi libertado. Ele parece mais focado, positivo e otimista. “Tô num carrão porque tenho muita grana / Subi por conta própria, não devo favor a ninguém / Quando você conseguir essa grana, continue agindo com o coração”, ele diz no último verso de “ZEZE”. Com apenas um álbum de estúdio em seu currículo, o rapper da Flórida tenta provar que veio para ficar.

Nos últimos meses, o produtor D. A. Doman despertou muita atenção da indústria. Ele é o responsável por “Taste” do Tyga, que foi lançado em maio e atingiu a #8 posição da Billboard Hot 100. Seguindo um padrão semelhante, ele usou o mesmo modelo rítmico em “ZEZE”. Formada por tambores de aço, uma linha de baixo, sintetizadores e teclado, é uma faixa de hip hop com um sabor dancehall em sua borda. Se “Taste” ofereceu um ritmo mais lento, “ZEZE” é uma verdadeira erupção. Além da sensação tropical, ela possui fortes influências de trap e muitas ad-libs. Enquanto Travi$ Scott se encarrega do refrão cativante, Offset lança um verso que se encaixa com o instrumental mais do que qualquer outra coisa. “Ela é uma viciada, viciada no estilo de vida e no relógio Patek / Sou patrão, você sabe como é estar sob tecidos da Chanel?”, ele pergunta. “Quando fiz um milhão, me deu arrepios, não sei o que aconteceu”. Entre outras coisas, ele faz referências a David Beckham, Gaddafi, Gandhi, Davi e Golias. Ontem pareceu ser uma noite quente para os fãs do Migos, já que além desta faixa, foi lançado o primeiro álbum solo do Quavo. “ZEZE” tem um instrumental extremamente infeccioso e, mesmo que as letras sejam superficiais e carentes de qualquer profundidade, é uma música que ostenta um potencial de hit.

São Paulo, 22 anos, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas e séries. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.