Best New Track: Kendrick Lamar – HUMBLE.

Lançamento: 30/03/2017
Gênero: Hip-Hop
Produtor: Mike Will Made It
Escritores: Kendrick Duckworth e Michael Williams II.

Em 30 de março de 2017, Kendrick Lamar lançou “HUMBLE.” como primeiro single do seu quarto álbum de estúdio. Assim como “The Heart Part 4”, essa canção aborda questões de imagem e ganância. É sobre ter dinheiro e ainda ser humilde, como o próprio título sugere. A batida não é tão colorida quanto o jogo de palavras de Kendrick Lamar, mas é viciante o suficiente. O rapper aborda tudo por aqui, desde a riqueza até a positividade. Musicalmente, “HUMBLE.” é bastante simples, com cordas de piano e handclaps fornecendo a base principal. As batidas eletrônicas são muito bem combinadas com a camada repetitiva de piano. Embora Lamar sempre teve uma preferência por batidas mais escuras e lentas, ele preferiu seguir por outro caminho. Em “HUMBLE.” ele elimina as amostras de soul e funk, em favor de um som trap produzido por Mike Will Made It.

A batida geral da música é incrivelmente mínima, porém, tem muita energia quando misturada ao fluxo de Lamar. Algo interessante nessa música é que você não ouve ele se vangloriando completamente sobre as coisas que conseguiu. Ele chega a mencionar um acidente vascular cerebral e as imperfeições das mulheres. Aparentemente, Kendrick quer que outros rappers sejam mais humildes e sempre se lembrem de quem eles eram antes da fama. A simplicidade do refrão (“Baixa a bola / Calma aí, vagabundo seja humilde”) é o que faz a canção se tornar diferente. É direto ao ponto. Outras letras em “HUMBLE.” inclui: “Eu tô cansado pra caralho desse monte de Photoshop (…) / Me mostra alguma coisa de verdade, tipo uma bunda com estrias”. Aqui, ele questiona abertamente as normas da sociedade referente a beleza. Em outras palavras, “HUMBLE.” é um espetáculo de música em todos os aspectos.

São Paulo, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.