Review: Kanye West – Wouldn’t Leave

Lançamento: 01/06/2018
Gênero: R&B, Hip hop
Produtores: Kanye West, Ty Dolla $ign, Mike Dean e Noah Goldstein
Compositores: Kanye West, Mike Dean, Reverend W.A. Donaldson, Tyrone Griffin, Jr., Justin Vernon, Jahron Brathwaite, Francis Starlite, Malik Yusef, Noah Goldstein, Jeremy Felton, Kenneth Pershon, Terrence Boykin e Jorda Thorpe.

Em 01 de junho de 2018, Kanye West lançou o seu oitavo álbum de estúdio. E entre as faixas de maior destaque temos a brilhante “Wouldn’t Leave”. Um tributo sutil às influências gospel apresentadas no álbum “The Life of Pablo” (2016), na qual ele reflete sobre acontecimentos recentes. Enquanto ele parece arrependido, a letra aborda sua declaração sobre a escravidão e o subseqüente estado de pânico de sua esposa. “A gente ouve dizer que a escravidão durou 400 anos. 400 anos? Parece uma escolha”, ele disse ao TMZ. Não há forma de remediar tamanho absurdo dito por ele. Entretanto, “Wouldn’t Leave” é musicalmente uma faixa incrível. “Eles dizem: Construa o seu próprio, – eu disse: Como, Sway? / Eu disse: Escravidão uma escolha, – eles disseram: Como, Ye? / Imagine se eles me pegassem em um dia selvagem / Agora estou em cinquenta blogs recebendo cinquenta chamadas”, ele diz. Essas linhas são provavelmente o mais próximo que chegaremos de um pedido de desculpa do Kanye West. Outra coisa que ele aborda no primeiro verso é o remorso por deixar Kim Kardashian tão angustiada. “Tive que acalmá-la porque ela não conseguia respirar / Disse a ela que ela poderia me deixar agora, mas ela não iria embora”, ele confessa.

Segundo o rapper, Kim ficou extremamente aflita por conta da péssima repercussão causada por sua entrevista. “Wouldn’t Leave” também reflete sobre o seu diagnóstico de bipolaridade, uma vez que está impactando na sua vida familiar e profissional. A reação de Kim Kardashian aos comentários controversos sobre a escravidão, é um grande ponto discutido por aqui. Em alguns lugares, “Wouldn’t Leave” possui uma vibe que lembra “Real Friends” do álbum anterior. Enquanto isso, combina amostras de soul com batidas de hip-hop, linhas de piano e um refrão cantado por PARTYNEXTDOOR. É, certamente, um dos momentos mais emocionantes e vulneráveis do “Ye” (2018). “Eu não sinto que ela é minha o suficiente / Deus, eu sinto que não poderia ter você lamentar o suficiente / Borboleta no meu pulso, você me faz ficar sem minha pele / E eu não sinto vontade / E eu sei que você não sairia”, PARTYNEXTDOOR canta. As letras interpretadas por ele mostram uma inesperada insegurança do Kanye West. Além dos vocais do cantor canadense da OVO Sound, “Wouldn’t Leave” ainda inclui vocais sem créditos de Jeremih e Ty Dolla $ign. Ademais, possui uma amostra de “Baptizing Scene” (Reverend W.A. Donaldson). Lembrando que essa não é a primeira vez que Kanye West faz uso dela.

São Paulo, 22 anos, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas e séries. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.