Review: Jão – Vou Morrer Sozinho

Lançamento: 14/08/2018
Gênero: Pop
Produtores: Pedro Dash e Marcelinho Ferraz
Compositores: João Vitor Romania, Dan Valbusa, Marcelinho Ferraz, Pedro Tofani e Pedro Dash.

Lançado em 14 de agosto de 2018, “Vou Morrer Sozinho” é o segundo single do “Lobos” (2018), primeiro álbum de estúdio do cantor brasileiro Jão. O disco será divulgado dias depois pela Head Media, um selo da Universal Music. Foi com “Imaturo” que Jão atingiu números mais expressivos que o ajudou a ganhar o prêmio de artista revelação no MTV MIAW de 2018. “Vou Morrer Sozinho” é a primeira faixa do “Lobos” (2018) e uma das melhores músicas do mesmo. Produzida por Pedro Dash e Marcelinho Ferraz, e escrita por Jão, Dan Valbusa e Pedro Tofani, é uma canção sarcástica e um pouco cômica. Segundo o próprio cantor, trata-se de um “sarcasmo camuflado assim de quem ri para não chorar”. Ele também a descreveu como um “hino dos encalhados” nos comentários do vídeo no YouTube. Musicalmente, “Vou Morrer Sozinho” me surpreendeu positivamente. Apesar do tom satírico, ela possui um ar comovente e melodramático por trás. Na primeira escuta, pode parecer um pouco estranha. Porém, depois de ouvir mais algumas vezes, você se pega cantarolando o refrão viciante.

“Você me ama bem / Mas eu me distraio um pouco / Se eu paro pra pensar / Concluo que eu sou louco / Juro que eu não queria ser assim / Só gostar de quem não gosta de mim”, ele canta sob acordes de violão. Sua interpretação está realmente dramática, mas condiz com o tema proposto pelas letras. Aqui, Jão relembra de quando deixou o amor da sua vida ir embora e reflete sobre o quanto um amor “fácil” o apavora. O refrão é o auge da música – afinal os vocais estão mais teatrais e notáveis. “Ai, meu Deus, eu vou morrer sozinho / Se eu continuar nesse caminho / De não deixar ninguém me amar / E de só me apaixonar / Por quem me faz chorar e me maltrata”, ele canta aqui. As batidas de tambor, que comandam o ritmo da canção, possuem influências de R&B, enquanto o refrão apresenta um agradável saxofone e trompete. Logo depois, há uma pequena mudança de ritmo, no momento em que a frase – “Ai, meu Deus, eu vou morrer sozinho” – é repetida mais algumas vezes. Durante a etapa final da música, Jão estende sua voz um pouco mais e mostra um maior alcance vocal. “Vou Morrer Sozinho” foi uma ótima maneira de anteceder o lançamento do álbum. Pois trata-se de uma música carismática que cativa com bastante facilidade. Ouça o seu novo single e dê uma chance para o Jão, uma revelação do pop nacional.

São Paulo, 22 anos, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas e séries. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.