Review: Ivete Sangalo – Um Sinal (feat. Melim)

Lançamento: 03/08/2018
Gênero: Pop, Folk
Produtor: Ramon Cruz
Compositores: Ivete Sangalo e Ramon Cruz.

AIvete Sangalo já é uma cantora consolidada e, mesmo aos 46 anos, continua fornecendo um espetáculo em cima dos palcos. Ela alcançou o sucesso ainda como vocalista da Banda Eva, mas obteve um maior êxito em sua carreira solo. Ao todo, ela já recebeu 15 indicações ao Grammy Latino e vendeu mais de 20 milhões de cópias com 10 álbuns de estúdio, 5 álbuns ao vivo e 17 coletâneas. Seu disco mais bem-sucedido continua sendo o “As Super Novas” (2005), com mais de 1,2 milhões de cópias e disco de platina no Brasil. Seu primeiro single lançado em 2018 é “Um Sinal”, uma colaboração com o grupo Melim. Formado pelos irmãos Rodrigo, Diogo e Gabriela, o Melim ficou reconhecido depois de participar do programa SuperStar da Rede Globo e lançar o single “Meu Abrigo”. Que Ivete Sangalo tem uma voz poderosa, todo mundo já sabe. E, apesar da suavidade do Melim, ela não mediu esforços para apresentar seu forte contralto. O contaste entre as vozes da Ivete e dos irmãos foi bastante nítido, porém, não atrapalhou na construção dessa bela música. Escrita por Ivete Sangalo e Ramon Cruz, “Um Sinal” pega emprestado a sonoridade que o Melim vem explorando e a transforma numa otimista canção de amor.

Inicialmente, Ivete Sangalo fala sobre o arrependimento de se separar de uma pessoa. “Eu jamais quis deixar você ir / Mas quem de nós poderia saber / O quanto difícil iria ser / Não ter sonhos pra compartilhar?”, ela canta. O forte riff da guitarra acústica acompanha sua voz, enquanto Rodrigo Melim repete o mesmo verso com auxílio do violão. Durante o pré-refrão, eles adicionam tons de esperança e anseiam por um recomeço: “Embora eu queira que você se esqueça / Pra gente pintar um novo momento / Um recomeço já sem sofrimento / Vou aonde for pra te encontrar / Temos o horizonte além do mar / Ainda temos tanto amor pra dar”. A primeira parte do refrão é cantada pela Ivete Sangalo, enquanto o Melim fornece algumas harmonias. Embora a Ivete possua o vocal mais onipresente, a voz da Gabi Melim é suave e incrivelmente doce. A percussão também oferece um belo apoio quando o refrão entra. Mas enquanto o riff da guitarra acústica se repete por toda música, são as melodias e harmonias que encantam o ouvinte. Apesar de “Um Sinal” não ser impactante ou memorável por qualquer meio, proporciona uma escuta bastante agradável.

São Paulo, 22 anos, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas e séries. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.