Review: Iggy Azalea – Kream (feat. Tyga)

Lançamento: 06/07/2018
Gênero: Hip-Hop
Produtores: Ronny J, GT e Wallis Lane
Compositores: Amethyst Kelly, Ronald Spencer Jr, Michael Stevenson, Nima Jahanbin, Paimon Jahanbin, Isaac Hayes, David Porter, Russell Jones, Gary Grice, Clifford Smith, Robert Diggs, Dennis Coles, Jason Hunter, Corey Woods e Lamont Hawkins.

Arapper Iggy Azalea está de volta após o lançamento de “Savior” no início deste ano. Depois de desistir de lançar seu segundo álbum, a australiana resolveu divulgar duas novas músicas. “Kream”, com Tyga, é o principal single do seu novo EP, “Survive the Summer”, previsto para ser lançado em 03 de agosto. Uma segunda faixa, intitulada “Tokyo Snow Trip”, também foi compartilhada em apoio ao EP. “Kream” é uma faixa de hip-hop com referências à cultura pop, que envolve menções a Sid Vicious, Ice Cube e a modelo Bella Hadid. Além disso, possui sample do single “C.R.E.A.M.” do grupo Wu-Tang Clan. Aqui, Iggy Azalea tenta retornar às suas raízes de hip-hop e fornece um som que lembra suas primeiras mixtapes. Os primeiros segundos do instrumental criam uma vibração misteriosa, enquanto uma batida constante mantém o ritmo do começo ao fim. Há também uma certa influência old-school reminiscente dos anos 90 e início dos anos 2000. Como esperado, as letras são provocativas, cheias de insinuações sexuais e concentram-se principalmente no dinheiro e sexo.

“Essa buceta na sua cara, vou te colocar no seu lugar / Sete anos de letras registradas, fodendo sua mente vadia / Eu tenho carros, bolsas, propriedades / Preliminares, eu não vim para jogar / Eu tenho dinheiro de peixe grande, ele vai morder a isca”, ela diz no primeiro verso. Azalea abandonou a produção polida dos seus últimos singles em prol de uma pesada linha de baixo. O gancho principal de “Kream” resume completamente o foco da música: “Bunda / Dinheiro, dinheiro / Bunda, bolsas / Bolsa / Dinheiro domina tudo ao meu redor”. O gancho é repetitivo, enigmático e é centrado em torno da clássica letra do Wu-Tang Clan. Iggy Azalea demonstra confiança e apresenta um fluxo respeitável, mas não há substância nas letras. Tyga cospe linhas que combinam com o sentimento da música, embora também seja desprovido de profundidade. “Bundas dominam tudo ao meu redor / Dentro daquela buceta, sim, me afogo”, ele diz. Ao misturar um som old-school com um ritmo descontraído, Azalea preparou uma nova abordagem para “Kream”. Competindo com os gostos de Nicki Minaj e Cardi B no rap feminino, vemos uma faísca neste single que separa Iggy do que está tocando nas rádios dos Estados Unidos. Pode não fazer a rapper voltar às paradas, mas ela realmente intensificou seu som.

São Paulo, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.