Review: Grimes – Violence (feat. i_o)

Desde o “Art Angels” (2015), os fãs aguardam ansiosamente pelo retorno da Grimes. Finalmente, depois de quatro anos, temos um álbum a vista. Ela vem postando trechos de suas novas faixas há meses e finalmente lançou seu tão aguardado segundo single, “Violence”. O videoclipe que o acompanha é simplesmente glorioso. Feito em conjunto com o artista underground i_o, é uma adição incrível à sua discografia visual. O vídeo começa com Grimes ajoelhada lendo “A Arte da Guerra” cercada por mulheres descansando em uma escada de mármore. Um dos aspectos mais marcantes são as armas – máscaras cirúrgicas e espadas também entram em cena. “Violence” é uma canção onde Grimes não tem medo de admitir os maus de um relacionamento.

“Você não pode ver o que eu vejo”, ela canta aditadamente, “porque você se alimenta de me machucar”. Apesar do foco ser a violência, o vídeo tem um tom etéreo que combina com a canção cintilante cheia de sintetizadores arejados e melodias impulsivas. Suas palavras flutuam nas profundezas da produção, mas há paixão suficiente em sua voz, deixando claro que “Violence” é vista tanto como uma virtude quanto um pecado. É uma música electropop sombria que mistura o experimental com o acessível, e soa como o clássico da Grimes sem parecer uma repetição do que ela fez antes – é uma mistura surpreendente do “Art Angels” (2015) e “Vision” (2012). Uma metáfora para descrever uma relação tóxica, também pode se referir a exploração do meio ambiente pela humanidade. “Miss_Anthropocene” não tem data oficial de lançamento definida, mas Grimes disse que chegará em algum momento de 2019.

São Paulo, profissional de Recursos Humanos, apaixonado por músicas, filmes, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.