Review: Grimes – So Heavy I Fell Through the Earth

Grimes lançou hoje outra música do seu próximo álbum de estúdio, “Miss_Anthrop0cene” – previsto para ser divulgado em fevereiro de 2020. “So Heavy I Fell Through The Earth” é supostamente o terceiro single do LP, sucessor de “We Appreciate Power”, lançado há quase um ano, e “Violence”. Uma peça sombria e cintilante com 6 minutos e meio de duração centrada principalmente no refrão: “Tão pesado que caí na terra / Porque estou cheia de amor por você”. Grimes compartilhou duas versões da música nas plataformas digitais – o “Art Mix” e o “Algorithm Mix”. A canção foi escrita, produzida e executada inteiramente por ela. O som eletromagnético eleva o ouvinte a um estado de felicidade celestial. Os vocais angelicais, misturados com as agradáveis ​​misturas sonoras, têm sido seu objetivo há algum tempo. A grande diferença entre “Miss_Anthrop0cene” e seu último álbum, “Art Angels” (2015), é que Grimes mudou como artista.

“So Heavy I Fell Through The Earth” é um banquete mágico tão atormentado quanto você poderia esperar. Com muitos gemidos e profundos suspiros, é provavelmente o melhor lançamento do álbum até o momento. Você quer eliminar todos os sentimentos românticos, porque se “So Heavy I Fell Through The Earth” for algum indicador, Grimes estará fora deste mundo – literalmente. É um número pop denso e caleidoscópico com cânticos intensos e sussurros que ecoam através de sua alma – sua voz parece instalar uma viagem em sua mente. Ela canta sobre afundar na terra porque é muito pesada devido ao fato de estar “cheia de amor por você”. Tal declaração faz parecer que ela está no passeio de barco mais romântico de sua vida. Os elementos techno se fundem à sua voz instilando uma estranha calmaria em torno de seus ouvidos. Ela parece ainda mais emocional do que na ofegante “Violence” – como mencionado, ela se sente tão preenchida pelo amor que teme que o chão debaixo dela possa ceder. Grimes revelou que “Miss_Anthrop0cene” é sobre um demônio que vive no espaço e adora pensar no apocalipse.

São Paulo, profissional de Recursos Humanos, apaixonado por músicas, filmes, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.