Review: Drake – In My Feelings

Lançamento: 10/07/2018
Gênero: Bounce
Produtores: TrapMoneyBenny, Blaqnmild e Noah “40” Shebib
Compositores: Aubrey Graham, Benny Workman, Darius Harrison, Caresha Brownlee, Jatavia Johnson, Stephen Garrett, James Scheffer, Rex Zamor, Dwayne Carter, Renetta Lowe-Bridgewater, Orville Hall, Phillip Price e Noah “40” Shebib.

Provavelmente, a melhor música do novo álbum do Drake é “In My Feelings”, um número incrivelmente cativante que fica rapidamente preso na sua cabeça, mesmo horas depois da primeira audição. É uma faixa bounce, um sub-gênero energético do hip-hop sulista criado no final dos anos 80, similar a “Nice for What”. Segundo a mídia, as letras são direcionadas para Keshia Chanté, primeira namorada e amiga de infância do Drake. Além disso, ele faz referências à Jennifer Lopez, que ele namorou brevemente em 2016, e ao duo City Girls. “Eu te pago um champanhe, mas você curte bem um Hennessy / Da quebrada como se fosse a Jennifer Lopez / Eu sei que você é especial, garota, porque eu conheço várias outras”, ele canta. Dito isto, o duo City Girls, formado por Resha e JT, também fornece vocais adicionais para a canção, enquanto faz uso de amostras de “Smoking Gun (Acapella Version)” (Magnolia Shorty) e “Drag Rap (Triggerman)” (The Show Boys). “In My Feelings” é repleta de amostras de outras músicas, visto que ainda contém porções de “Lollipop” (Lil Wayne) e do áudio do episódio “Champagne Papi” da série de televisão Atlanta.

O episódio em questão focou na personagem de Zazie Beatz indo para o que parecia ser uma festa do Drake – algo que só ajudou a impulsionar o perfil do rapper. Cada sample e elemento dessa música juntaram-se para criar um verdadeiro hit do verão. O sucesso foi tão instantâneo e imediato que “In My Feelings” inspirou um desafio de dança conhecido como “Shiggy Challenge”, “Kiki Challenge” e “In My Feelings Challenge”. O desafio é um pouco perigoso e polêmico, pois trata-se de andar fora de um carro em movimento e dançar no meio do trânsito. A batida de “In My Feelings” é simplesmente fantástica, assim como as letras são extremamente pegajosas. É um representativo da magia que pode acontecer nos estúdios, uma vez que as amostras foram usadas inteligentemente. Elas estão espalhadas por toda a música, como se o engenheiro tivesse várias ideias na cabeça. “Kiki, você me ama? Você tá indo embora? / Diz que você nunca vai sair de perto de mim / Porque eu te quero, eu preciso de você / E eu tô na sua, de qualquer forma”, Drake canta na parte mais grudenta da canção. A ótima produção de “In My Feelings” é formada principalmente por divertidas variações vocais e excelentes tambores que lideram o instrumental. Tudo nesta música cheira a sucesso, há uma ressonância que falta em boa parte do mainstream atual.

São Paulo, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.