Review: Bruno Mars – Finesse (Remix) [feat. Cardi B]

Lançamento: 04/01/2018
Gênero: Funk, R&B
Produtores: Shampoo Press & Curl e The Stereotypes
Escritores: Bruno Mars, Philip Lawrence, Christopher Brody Brown, James Fauntleroy, Johnathan Yip, Ray Romulus, Jeremy Reeves, Ray McCullough II e Belcalis Almanzar.

Pouco mais de um ano atrás, Bruno Mars lançou o seu terceiro álbum de estúdio, “24K Magic” (2016), mas ele ainda não parou de promovê-lo. Após o grande sucesso da faixa-título e “That’s What I Like”, ele resolveu lançar uma versão remixada de “Finesse” como quarto single do álbum. Para o remix, Bruno Mars resolveu adicionar alguns versos da rapper em ascensão Cardi B. Ela teve um excelente 2017, uma vez que chegou ao número #1 da Billboard Hot 100 com “Bodak Yellow”, que tornou-se o primeiro single solo de uma rapper feminina a atingir o topo desde “Doo Wop (That Thing) de Lauryn Hill. “Finesse” já era uma das minhas faixas favoritas do “24K Magic” (2016), mas o remix conseguiu deixá-la ainda melhor. A canção abre com um rap de Cardi B que nos leva imediatamente de volta ao passado. A entrega de Bruno Mars é muito sensual e facilmente uma das mais comerciais do álbum. Musicalmente, “Finesse” faz uma mistura de funk e R&B dos anos 90, aparentemente influenciada por grupos como Boyz II Men e New Edition. O conteúdo lírico não possui qualquer substância, porém, o ritmo e melodia são bastante contagiosos. Felizmente, como muitos cantores masculinos de R&B dos anos 90, Mars consegue transformar letras sexualmente explícitas em algo leve.

A confiante introdução de Cardi B é praticamente sem falhas e instantaneamente nostálgica. O restante da canção é encabeçada pela performance de Mars, que continua exibindo sua habilidade de nos levar de volta no tempo, seja para os anos 70, 80 ou 90. O vídeo da música também é um retorno nostálgico aos anos 90, cheio de camisas e casacos coloridos, todos os quais combinam-se para criar um clipe vibrante e divertido. Ademais, Bruno Mars é um excelente dançarino e a coreografia do vídeo é impecável. O instrumental realmente nos leva de volta ao passado, graças a linha de bateria constante e nostálgicos efeitos sonoros. A batida funky é semelhante a de outros singles de Mars, como “Treasure” e “Uptown Funk”. A letra aborda o sucesso, desejo, relacionamento e confiança. Cardi B abre a faixa com um rap que discute suas origens no Bronx, Nova York (“Virei a chefe e mudei o jogo / É o meu jeitão do Bronx, deixo todas as garotas no chão”). Não demora muito para que Bruno Mars entre e cante sobre como ele e sua namorada parecem tão bem juntos (“Ah, não ficamos bem juntos? / Há um motivo para eles assistirem a noite toda (…) / Estamos aqui esbanjando elegância / Não faz o menor sentido”). Ambos vocais encaixaram-se perfeitamente, já que Cardi B sentiu-se plenamente confortável na vibe old-school de Bruno Mars.

São Paulo, 22 anos, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas e séries. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.