Review: Bebe Rexha – Last Hurrah

Lançamento: 15/02/2019
Gênero: Pop
Produtor: Andrew Wells
Compositores: Bebe Rexha, Lauren Christy, Nick Long e Andrew Wells

Abreve “Last Hurrah” é o primeiro single da Bebe Rexha desde que lançou o “Expectations” (2018) no ano passado. Embora não esteja claro se é um single independente ou a introdução do seu segundo LP, é imediatamente aparente que ela tem um provável hit nas mãos. Inicialmente, Rexha era uma artista com um som distinto que não parecia comprometer sua visão. Mas com o tempo, ela se transformou para se adequar às tendências atuais e é um pouco confuso explicar quem ela é como artista. É seguro dizer que ela é uma cantora versátil, mas sua consistência artística é um pouco insuficiente. Depois que seu álbum de estréia não produziu o impacto esperado, ela rapidamente quis lançar uma música nova. “Last Hurrah” é uma canção acessível que retorna à fórmula pop polida que ela aperfeiçoou no passado com uma leve influência de country na mistura. Provavelmente, ela fez isso para tentar conquistar novamente os fãs de “Meant to Be”. É um single interessante e com um certo potencial, embora sua entrega seja extremamente segura. Eu queria que ela fizesse algo um pouco mais imprevisível ou experimental.

A coisa mais forte sobre essa música é a letra, uma vez que aborda uma tendência autodestrutiva e sua capacidade de tomar decisões erradas. Aqui, ouvimos ela falando sobre parar de fumar e beber, e ter uma vida adulta fora dos holofotes. Dito isto, no refrão ela diz que quer aproveitar uma última noite, mesmo que isso signifique fazer algumas coisas prejudiciais ao longo do caminho. “Eu cansei da bebida / Cansei de fumar / Cansei dos joguinhos / Cansei da brincadeira”, ela canta no verso de abertura. Mas antes de mudar de vida, Bebe Rexha quer se entregar à tentação uma última vez. “Esta é minha última saideira, quando eu começar / Eu não vou parar até chegar longe”, ela canta. “Última saideira, e está tudo bem / Talvez amanhã eu não sinta essa dor / Última saideira, última saideira”. Rexha se despede de seus vícios e distrações da forma mais poderosa possível: “Eu cansei das decepções / Cansei dos demônios / Mal posso esperar para ser normal / Logo depois desse final de semana”. Sonoramente, “Last Hurrah” é um pop sem vergonha com um terreno fértil para suas letras em camadas, enquanto usa uma melodia memorável ​​e entrega um refrão contagiante.

São Paulo, profissional de Recursos Humanos, apaixonado por músicas, filmes, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.