Review: Bad Bunny – MIA (feat. Drake)

Lançamento: 11/10/2018
Gênero: Reggaeton, Dancehall
Produtores: DJ Luian e Mambo Kingz
Compositores: Benito Martinez e Aubrey Graham.

Bad Bunny e Drake resolveram festejar juntos em “MIA”, uma colaboração muito esperada que foi liberada ontem. Este é o som de duas forças no controle de tudo. O instrumental consiste em um sintetizador arejado, uma amostra vocal estridente e um bumbo constante. Bad Bunny alterna entre o rap em staccato e o canto, tentando encorajar uma mulher a ignorar seus outros admiradores. Inesperadamente, Drake contribui com um verso em espanhol antes de ceder os holofotes ao seu colega porto-riquenho. Esta não é a primeira vez que o rapper canadense canta em espanhol, pois ele também experimentou essa língua em 2014 com o Romeo Santos. “MIA” estava sendo trabalhada há algum tempo. Bad Bunny e Drake sugeriram tal colaboração no Instagram no início deste ano. Posteriormente, em setembro, eles foram vistos juntos filmando o vídeo em Miami, Flórida. No clipe, as estrelas dançam e jogam dominó em uma festa lotada, enquanto Bad Bunny mostra um par de macacões listrados. Ele manteve uma agenda lotada este ano, incluindo uma turnê pelos Estados Unidos, enquanto encontrou tempo para gravar músicas com Cardi B, Nio García, Arcángel, Bryant Myers, Nicky Jam, Pacho e Marc Anthony. Além disso, Bunny também está trabalhando em seu disco de estreia juntamente com o produtor Tainy.

Bad Bunny tem crescido nas paradas globais de hip-hop. Enquanto ele só era reconhecido em países de língua espanhola, seu nome está se tornando cada dia maior. E, para completar, ele ainda tem Drake cantando em espanhol neste novo single. “MIA” tem tudo para se tornar um grande hit internacional. Claro, Drake está totalmente ciente do que está acontecendo ao redor do mundo. Ele colaborou com o músico sul-africano Black Coffee no passado, e todos nós sabemos sua fidelidade ao gênero dancehall. Drake é um grande hitmaker e um verdadeiro caçador de tendências – ele sempre fica conectado com o que está fazendo sucesso. Por anos, Drake encontrou maneiras de se tornar dono de vários estilos ao redor do mundo – desde o dancehall jamaicano até o afrobeat nigeriano. Mas aqui, ele é o único a ser absorvido, ou seja, o objeto e não o sujeito. O mais notável sobre “MIA”, em oposição às muitas colaborações entre artistas que falam inglês e espanhol, é exatamente o compromisso do Drake. Ouvir ele cantando espanhol de forma tão hesitante, foi muito gratificante para o Bad Bunny e os fãs de ambos artistas. Em outras palavras, “MIA” é um banger de reggaeton que fará qualquer quadril balançar ao escutar o refrão instantaneamente cativante. Tem todos os ingredientes para se tornar um sucesso crossover!

São Paulo, 22 anos, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas e séries. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.