Review: 6ix9ine – FEFE (feat. Nicki Minaj & Murda Beatz)

Lançamento: 22/07/2018
Gênero: Hip-Hop, Trap
Produtores: Murda Beatz e Cubeatz
Compositores: Shane Lindstrom, Kevin Gomringer, Tim Gomringer, Andrew Green, Daniel Hernandez e Onika Maraj.

Nicki Minaj se juntou ao rapper Tekashi 6ix9ine em uma nova música chamada “FEFE”, produzida por Murda Beatz e Cubeatz. O videoclipe, dirigido por Trife Drrew e William Asher, com direção adicional de 6ix9ine, mostra ambos num cenário infantil tomando sorvete e brincando com pistolas de água. O lançamento de “FEFE” segue a recente prisão de 6ix9ine por sufocar uma garota de 16 anos em um shopping de Houston e por agredir um policial em Nova York. Ele foi libertado sob fiança alguns dias depois. A ascensão do rapper do Brooklyn tem sido marcada por polêmicas devido a um processo judicial de 2015, na qual se declarou culpado por um crime sexual envolvendo uma menor. O rapper de cabelos coloridos anunciou a música através das redes sociais. “Vou dar a vocês um último videoclipe neste domingo, antes de ir para a cadeia para sempre”, ele escreveu no Instagram. Até o momento, 2018 está sendo um ano difícil para Nicki Minaj. A nova era da rapper não está saindo como o planejado e nenhum single conseguiu o status de hit. Se Minaj quiser recuperar seu lugar na elite do hip-hop, o “Queen” precisará ser uma coleção realmente impactante. Apesar de “FEFE” dar sinais de um grande hit, ela está sendo duramente criticada por colaborar com um agressor sexual. A música teve uma explosão inesperada quando 6ix9ine foi sequestrado e espancado alguns dias atrás. O vídeo, que acumulou mais de 12 milhões de visualizações nas primeiras 24 horas, causou grandes controvérsias. Nele encontramos os dois rappers num cenário infantil extremamente desnecessário e desagradável dado o histórico criminal do 6ix9ine. Consequentemente, a reputação do Tekashi está sendo interpretado como algo ruim para Nicki Minaj, uma artista que tem apoiado a independência das mulheres.

Musicalmente, a parte mais impressionante de “FEFE” é que o 6ix9ine não grita em nenhum momento. Ele é um rapper conhecido por ser barulhento e agressivo. Não dá para negar que ele ainda é básico em relação às rimas, mas consegue ser energético quando necessário. Porém, sua abordagem mudou neste novo single. Murda Beatz inseriu um instrumental carregado por um baixo viciante e uma bateria hipnótica. Dessa vez, 6ix9ine optou por vocais melódicos e um fluxo descontraído muito cativante. De qualquer forma, ele não deixou completamente seu espírito ofensivo. “A buceta ficou molhada, molhada, gotejando, gotejando / Tipo uma pistola de água, pegue isso, ela é uma gostosa”, ele diz nas primeiras linhas. Liricamente, “FEFE” mostra o 6ix9ine se gabando de sua credibilidade, enquanto Minaj ostenta suas joias e proezas sexuais. Durante seu verso há citações direcionadas para A$AP Rocky, Khloé Kardashian e Tinashe. Como o esperado, o sexo domina a maior parte da canção. Mas a entrega é muito mais suave do que aquela usada em faixas como “GUMMO” e “Keke”. O refrão é memorável, melódico e a melhor parte da música: “Eu realmente não quero amigos / Eu realmente não quero amigos, não”. A cadência vocal usada por ambos é autotunada e, como já mencionado, desvia-se do estilo agressivo do 6ix9ine. Mas é embaraçoso e revoltante ver Nicki Minaj desperdiçar seu talento ao lado de um rapper que se declarou culpado pelo uso de uma criança numa performance sexual. Portanto, eu deveria odiar essa música dado as letras superficiais e a personalidade envolvida. Entretanto, Murda Beatz e CuBeatz apresentaram uma produção sólida, mesmo que não haja qualquer reinvenção.

São Paulo, 22 anos, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas e séries. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.