Review: 5 Seconds of Summer – Youngblood

Lançamento: 12/04/2018
Gênero: Synthpop
Produtores: Andrew Watt e Louis Bell
Compositores: Calum Hood, Ali Tamposi, Andrew Watt, Ashton Irwin e Luke Hemmings.

Oprimeiro single do novo álbum da banda 5 Seconds of Summer, chamado “Want You Back”, sinalizou uma drástica mudança em seu som. Eles deixaram o pop-punk adolescente de lado e agora estão indo numa direção mais suave e interessante. O segundo single, “Youngblood”, dá nome ao álbum e, definitivamente, mostra uma nova era da 5 Seconds of Summer. Esta faixa continua explorando o novo som, enquanto apresenta sintetizadores pulsantes, bateria eletrônica, baixo, guitarra e um refrão poderoso. Eles se distanciaram tanto das suas raízes pop-punk que ficaram quase irreconhecíveis. “Youngblood” inicia lentamente com simples dedilhados de guitarra, antes de fornecer leves camadas de percussão e sintetizador. Quando a linha de baixo aparece no refrão, você começa a se acostumar com a nova direção da banda. A melodia up-tempo e o baixo contundente fazem o refrão ser muito bem-sucedido. É difícil você não se envolver com a batida altamente rítmica. Luke Hemmings está conseguindo ter mais controle da sua voz, assim como parece mais cru e contido.

Através das letras, o cantor analisa um relacionamento que chegou ao fim, apesar dele não conseguir dizer adeus. Embora seja um tema romântico, você consegue notar a dor e frustração em torno da sua voz. “Diga que você me quer, diga que você me quer fora da sua vida / E eu sou apenas um homem morto rastejando hoje à noite / Porque eu preciso disso, eu preciso disso o tempo todo”, ele canta no refrão matador. A sensação que a banda cria no pré-refrão constrói toda a força necessária para o refrão. Na superfície, “Youngblood” parece uma canção leve e animada, mas à medida que você analisa o conteúdo com mais cuidado, percebe que as letras sugerem o contrário. É uma canção synthpop energética e muito bem produzida por Andrew Watt. Este single é, apropriadamente, a primeira faixa e a que dá título ao álbum. Provavelmente, a banda optou por esse nome para mostrar sua transição. Foi uma boa escolha, pois “Youngblood” realmente define o tom para o novo som da 5 Seconds of Summer. Em suma, a produção é experimental, rítmica e bem cativante!

São Paulo, 22 anos, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas e séries. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.