Resenha: Rascal Flatts – Back to Us

Lançamento: 19/05/2017
Gênero: Country
Gravadora: Big Machine Records
Produtores: Rascal Flatts e busbee.

Rascal Flatts, formado por Gary LeVox, Jay DeMarcus e Joe Don Rooney, já desfrutou de muito sucesso ao longo de sua carreira. Quando o grupo lançou o seu primeiro auto-intitulado álbum em 2000, ele tornou-se um dos maiores do country. Formado em 1999, o trio já lançou um total de 10 álbuns de estúdio, o último deles em 2017. Produzido pelo próprio trio ao lado de busbee, “Back to Us” foi divulgado em 19 de maio de 2017. Com este registro, Rascal Flatts faz um retorno às suas raízes sonoras. O trio é conhecido por suas harmonias, habilidades na guitarra e shows energéticos. Eles já venderam mais de 20 milhões de discos somente nos Estados Unidos e possuem singles conhecidos, como “What Hurts the Most” e “Bless the Broken Road”. Porém, o seu novo álbum definitivamente não fez o requisito. Um projeto preguiçoso e sem nada de novo para oferecer. A banda pecou por não trazer nada de desafiador ou interessante. É um disco que soa tão preguiçoso que parece que foi lançado às pressas. Impreterivelmente, não há nada de inovador em todas as 10 faixas, além da maioria ser demasiadamente genérica e chata. Liricamente, eles parecem ainda pior, dado os inúmeros clichês oferecidos sobre mulheres e relacionamentos. Na verdade, a maior parte do registro é mais do mesmo: faixas doces que giram em torno de diversão e relações amorosas.

O álbum abre com o single “Yours If You Want It”, uma música que tenta mostrar os pontos fortes do trio, dado as potentes melodias, harmonias elevadas e refrão radiofônico. Apesar da letra genérica, essa canção é uma das poucas que não soa tão chata. Outra faixa que também consegue algum destaque é “I Know You Won’t”. Originalmente gravada por Carrie Underwood, ela possui um tom refrescante que se encaixa bem nos vocais de Gary LeVox. Escrita por Steve McEwan, Wendell Mobley e Neil Thrasher, é uma balada de piano emotiva e pungente. Em outro lugar, a extrapolada “Hopin’ You Were Lookin'” parece ter sido tirada do último álbum do trio. Co-escrita pelo duo Dan + Shay, ela retrata uma situação onde um homem tropeça sobre os próprios pés quando se apaixona por uma garota. Enquanto a faixa-título, “Back to Us”, tenta mostrar ao máximo as harmonias do grupo, “Dance” injeta um ritmo animado com guitarras e vocais mais quentes. “Are You Happy Now” é uma colaboração com Lauren Alaina, que fez uma turnê com a banda recentemente. Inicialmente, essa música foi projetada como um dueto com Taylor Swift, mas Alaina conseguiu deixar a sua marca. Vocalmente, ela é uma partida ideal para LeVox, pois exibe algumas notas incríveis. Escrita por Rascal Flatts e Sean McConnell, é sobre olhar para um amor do passado e se perguntar como, atualmente, a sua vida está.

Essa canção parece uma escolha óbvia para um futuro single. É um dos momentos no registro onde a banda tenta recriar a magia de seus hits mais antigos. A oitava faixa, “Kiss You While I Can”, por outro lado, surge com um som animado e ritmo mais acelerado. Essa é uma das faixas que exemplifica bem o som preguiçoso que permeia por todo o álbum. Letras sobre praia, verão, mar e areia aparecem ao lado de uma bateria de aço. Uma música tão chata e frouxa que parece ter sido escrita em menos de 10 minutos. Além do som boring, letras preguiçosas e vocais irritantes, a sua estética é muito confusa. Em seguida, Rascal Flatts injeta um pouco de funk na mistura ao apresentar a faixa “Vandalized”. Enquanto ela possui um ritmo refrescante, trompas e percussão mais lenta, possui metáforas terríveis. Contraditoriamente, LeVox canta de forma irritante e alegre sobre um relacionamento abusivo. “Back to Us” é um álbum audacioso que nunca sai de sua forma neutra e preguiçosa. Mesmo retornando às suas raízes, Rascal Flatts entregou um álbum decepcionante. Grande parte do repertório sente-se familiar, visto que eles usam uma fórmula que já foi testada várias vezes. Isso não deixou espaço para surpresas ou sons inesperados. Por outro lado, eles fizeram um álbum muito seguro com o único intuito de fazer sucesso comercial. Em outras palavras, “Back to Us” é entediante e muito maçante, cujo poucos destaques não conseguem impulsionar a produção tediosa.

Favorite Tracks: “Back to Us”, “I Know You Won’t” e “Are You Happy Now (with Lauren Alaina)”.

São Paulo, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.