Resenha: Perfume Genius – No Shape

Lançamento: 05/05/2017
Gênero: Art Pop, Chamber Pop
Gravadora: Matador Records
Produtor: Blake Mills.

“No Shape” é o quarto álbum de Mike Hadreas e, provavelmente, o melhor dele. Este registro vê o compositor de Seattle explorando temas de espiritualidade através de uma paisagem sonora hipnótica e variada. No seu último disco, “Too Bright” (2014), Hadreas afastou-se das baladas introspectivas em prol de explorar elementos de glam-rock e soul. O resultado foi um álbum surpreendente que, muitas vezes, explorou a sua sexualidade. Em 2014, “Too Bright” rendeu uma enorme aclamação crítica para Perfume Genius. Ele é muito amado por sua narrativa radical e íntima sobre depressão, abuso de drogas e homofobia duradoura. Todos os seus três primeiros álbuns anteriores exploraram tal vulnerabilidade. “No Shape”, por sua vez, destaca-se como um registro ainda mais brilhante. Liricamente, o álbum explora o relacionamento complicado de Perfume Genius com a religião. Com base em incríveis instrumentais, Hadreas conseguiu criar o seu registro mais acessível. É também o seu mais longo, giranndo em torno de 43 minutos, e o mais musicalmente diversificado. Hadreas trabalhou com o produtor Blake Mills, e ambos embalaram as coisas com belos arranjos. Enquanto as letras do “No Shape” não são tão diretas quanto as do “Too Bright”, suas músicas nunca perdem o impacto.

O piano de Hadreas permanece frágil como sempre e junta-se lindamente com os floreios eletrônicas e orquestrais. Misturando seus vocais apaixonados ​​com um sentimento de vitória, este registro irradia uma magia que praticamente hipnotiza o ouvinte. É tudo o que você esperaria de um álbum de Perfume Genius. A primeira faixa, “Otherside”, é uma boa indicação do que podemos esperar do álbum. Inicialmente, apenas um esparso piano é o acompanhamento dos vocais obscuros de Hadreas. Posteriormente, uma explosão de teclados cintilantes e sintetizadores desencadeiam um maravilhosos caos auditivo. É uma música com uma premissa simples e letras impressionantes. Em outras palavras, é uma maneira perfeita de começar o álbum. O primeiro single, “Slip Away”, é uma ode alegre, fantástica, perfeitamente compactada e emocionalmente executada por Hadreas. Tudo aqui soa interessante, desde os vocais em camadas até o trabalho de guitarra. Batimentos distorcidos abrem a música, antes dela explodir com suas grandes vibrações. Os vocais trêmulos e equilibrados de Hadreas se mantêm fortes contra os sons amplos. Enquanto isso, os vocais de apoio são bem posicionados e levam a música através de suas transições inesperadas e instrumentação agressiva.

“Não segure, eu quero me libertar, porque está cantando através do seu corpo”, Mike Hadreas canta em “Slip Away”. Há uma tensão borbulhante e sensação trepidada que rasteja sobre a superfície dessa música. Mas quando Hadreas canta, ela torna-se implacável, trovejante e dramática. “Slip Away” começa com a sua voz soulful ao lado de batidas ressonantes, mas, posteriormente, apresenta riffs cadenciados e fraseados melódicos. Liricamente, é uma celebração triunfante de buscar a liberdade. Trata-se de lutar por sua identidade e serve como um lembrete de manter-se fiel a si mesmo. A precisão melódica de Hadreas fornece uma grande vitalidade, canalizando a energia propulsora de uma música de rock, enquanto emprega uma instrumentação distorcida. É uma música libertadora, como a própria letra sugere, e provocativa em seu arranjo. A música brilha com tanta beleza e dinâmica que só pode ser atribuída à singularidade de Mike Hadreas. “Just Like Love” é inegavelmente o momento mais leve e edificante de todo o álbum. Esta faixa combina violões orquestrais com a impressionante gama vocal de Perfume Genius.

O segundo single, “Go Ahead”, usa uma batida funky antes de transitar para algo mais etéreo. O canto de Hadreas é quase uma reminiscência do Prince, enquanto a batida é projetada para elevar os vocais. Em “Wreath”, uma melodia eletrônica é emparelhada com o piano esparso de Perfume Genius. “Eu vejo o sol cair / Eu vejo o sol subir / Eu vejo uma coroa de flores sobre o túmulo”, ele canta com apoio de uma guitarra. A letra, aparentemente, parece representar a liberdade do seu corpo. Este desejo de liberdade é mais evidente na segunda parte da música. Enquanto “Die 4 U” é uma faixa irresistível que apresenta uma sensualidade fascinante, “Slides” destaca-se como uma das melhores do álbum. Nesta faixa, Hadreas une forças com a cantora Weyes Blood. Na única colaboração do álbum, suas vozes complementam-se perfeitamente bem entre os violinos e linha de baixo. “No Shape” explora novos territórios, sem instalar-se complemente em apenas um. As músicas deste álbum são, particularmente, as mais ambiciosas de Perfume Genius. Incorporando cordas e sintetizadores na maioria das faixas, ele foi capaz de criar outro grande projeto. Dito isto, “No Shape” é praticamente uma obra de arte.

Favorite Tracks: “Slip Away”, “Just Like Love” e “Every Night”.

São Paulo, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.