Resenha: PARTYNEXTDOOR – PARTYNEXTDOOR 3

Lançamento: 12/08/2016
Gênero: R&B Alternativo
Gravadora: OVO Sound / Warner Bros. Records
Produtores: PARTYNEXTDOOR, Sevn Thomas, L8 Show, Supa Dups, Nineteen85, Boi-1da, Bizness Boi, Neenyo, G.Ry, FWDSLXSH, Noah “40” Shebib e Illangelo.

Jahron Anthony Brathwaite, mais conhecido como PARTYNEXTDOOR, é um artista bastante misterioso. Depois de entrar para a cena musical em 2013, como primeiro contratado da gravadora OVO Sound do Drake, ele silenciosamente lançou seu auto-intitulado EP de estreia. No ano seguinte, ele já estava trabalhando no seu primeiro álbum de estúdio, um projeto mais humorista que o transformou numa talentosa estrela de R&B. Embora seja um homem calmo e privado, sua música é algo que sempre fala mais alto. Agora ele é um dos nomes mais populares do R&B, após o sucesso de suas mixtapes e série de créditos de escritas para outros artistas. PartyNextDoor escreve, produz e cria o conceito de todos os seus trabalhos. O seu altamente antecipado segundo disco, “PARTYNEXTDOOR 3”, traz para a mesa o seu projeto mais ambicioso até a presenta data.

O álbum, com pouco mais de 1 hora de duração e 16 faixas, conta com a produção de grandes nomes, incluindo o co-fundador da OVO Sound Noah “40” Shebib, Boi-1da, Nineteen85 e Illangelo. Assim como sua mixtape de estreia, “PARTYNEXTDOOR 3” é um disco escuro, solitário, melancólico e nebuloso. Desde 2013 sua vida mudou, pois ele teve um relacionamento público com Kehlani, ficou mais próximo de Drake e escreveu alguns singles de sucesso, incluindo “Work” da Rihanna. Enquanto Drake aparece só uma vez no álbum, sua influência é sentida por toda parte. Em “PARTYNEXTDOOR 3”, o cantor brilha com a qualidade de suas composições e aprimora seus ofícios. Na primeira faixa, “High Hopes”, PartyNextDoor experimenta vários fluxos e estilos vocais. A canção possui mais de 7 minutos de duração e serve como uma introdução adequada para o álbum. Ele soa mais emocionado do que nunca, estendendo suas notas e soando menos reservado do que de costume.

A transição feita para “Don’t Run” é muito suave e adequada. Aqui,o cantor descreve o que quer fazer com a mulher da qual planeja dar total atenção. O álbum continua a aumentar seu ritmo ligeiramente com a terceira faixa, “Nobody”. Uma canção ambiciosa com muito sulcos agradáveis e amostras vocais agudas. Embora seja um forte álbum de R&B alternativo, “PARTYNEXTDOOR 3” também apresenta faixas dancehall. Aqui, podemos obter um pouco desse gênero através de “Not Nice”, um dos singles que ouvimos antes do lançamento do álbum. Com o dancehall atualmente sendo experimentado por diversos artistas mainstream, graças em partes à equipe de Drake e produtores da OVO Sound, não é uma surpresa escutá-lo por aqui. Depois de escrever “Work” para Rihanna, PartyNextDoor decide mostrar o que pode fazer sob os holofotes.

partynextdoor-2

“Not Nice” carrega uma batida semelhante a outros hits de dancehall espalhados pelos charts mundo à fora. É uma faixa bem cativante que poderia alcançar bons resultados nas estações de rádios. Um número up-tempo e dançante com uma batida bem tropical. “Garota, você parece tão legal / Mas você não é legal, você é rude”, ele canta no refrão. Em seguida, há mais influências dancehall na próxima faixa, intitulada “Only U”. É uma das trilhas mais curtas do repertório, mas que realmente destaca-se de alguma forma. Em sua composição, PartyNextDoor consegue fazer uma fusão bem cativante de dancehall e R&B. O cantor oferece uma de suas melhores performances vocais, sob uma batida fornecida por Boi-1da. Liricamente, ele é bastante genuíno, ao destacar tudo que faria por sua garota. Ademais, “Only U” oferece algumas das mais doces letras do álbum, tais como: “Só quero acordar de manhã com você ao meu lado”.

A sexta faixa, “Don’t Know How”, atrai o ouvinte de volta para um R&B que fez PartyNextDoor popular em sua primeira mixtape. É um corte poderoso e íntimo, conduzida por atraentes batidas de inspiração trap. “Problems & Selfless” retarda as coisas, uma vez que é muito mais lenta e parafusada. É uma faixa intoxicante e íntima, porém, igualmente esquecível quando comparada as melhores canções do registro. Curiosamente, PartyNextDoor está no seu melhor nas faixas que ele produziu sozinho. “Temptations”, por exemplo, possui batidas e sintetizadores que realmente fornecem algum impacto. Liricamente é uma das músicas mais sexuais do disco. O canadense conecta-se melhor quando cava um pouco mais profundo em suas letras. “Oh garota, eu preciso de você”, ele canta em “Spiteful”, outro destaque do repertório. Canções como essa tipificam o brilho temperamental do álbum. Sua batida é atmosférica e hipnotizante, enquanto as amostras vocais e guitarra elétrica são surpreendentes.

partynextdoor-1

Liricamente PartyNextDoor ainda continua cantando sobre seu assunto favorito: as mulheres. Apesar de sua afinidade pela noite e sexo casual serem bem documentados no álbum, ele não deixa de ser um cara romântico. Em “Joy”, uma faixa bastante elegante, ele declara que uma garota é a sua única fonte de felicidade. Uma canção muito mais leve no tom, que realmente limpa sua paleta musical. “Joy” mostra um lado diferente de PartyNextDoor, graças à sua guitarra relaxada, batida contundente, influência jazz e piano adorável. Na próxima faixa, “You’ve Been Missed”, temos o cantor de Ontario admitindo que sente falta de sua garota. No final de tudo, PartyNextDoor utiliza um singelo piano para amplificar sua reflexão. Enquanto isso, “Transparency” traz rapidamente o álbum de volta à vida com suas referências à drogas. Ele aproveita-se da boa produção para contar algumas de suas histórias.

“Brown Skin”, por sua vez, é praticamente uma ode a todas as mulheres. Ao lado de Noah “40” Shebib, ele produz uma faixa que beneficia-se de batidas de aço minimalistas. Durante o refrão, ele repete a frase: “Tudo porque eu preciso do seu amor”. Sua convicção é muito aparente, tanto que você acredita em tudo que ele está dizendo. Na conceitual “1942” PartyNextDoor entretém com a sua versatilidade, numa canção sobre álcool e drogas. “Come and See Me”, com Drake, é a canção mais pura de R&B a ser encontrada no disco. Indiscutivelmente a sua melhor e mais madura canção até à data. Uma simples, direta e contida balada de amor. Destaque para o teatro e ruído das letras sobrecarregadas, canto extravagante e batidas dramáticas. Essa canção é uma vitrine discreta e minimalista de PBR&B, e uma perfeita ilustração do apelo de PartyNextDoor como artista.

“PARTYNEXTDOOR 3” chega ao fim com “Nothing Easy to Please”, uma suave e leve canção que o ajudará a relembrar de todas as faixas de qualidade encontradas no álbum. Com este disco, PartyNextDoor prova que não precisa de tantas recursos para criar um bom corpo de trabalho. Tão sombrio quanto liso, o repertório é descontraído e muito estável. É tão demasiado inerte e refrigerado que não tem qualquer incidência. Algumas canções são tão semelhantes que chega a ser difícil distingui-las uma das outras. O álbum sublinha as forças de PartyNextDoor como um cantor despretensioso e melancólico. Ele possui uma intimidade emocional em sua voz que fica acima de qualquer coisa. Como afirmado anteriormente, este é um álbum ambicioso. Não é perfeito, pois muitas vezes perde o seu impacto ao longo do caminho. Ainda assim, “PARTYNEXTDOOR 3” possui momentos bons o suficiente para provar o quão grande PartyNextDoor é como letrista, produtor e cantor.

70

Favorite Tracks: “Not Nice”, “Only U” e “Come and See Me (feat. Drake)”.

São Paulo, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.