Resenha: Majid Jordan – The Space Between

Lançamento: 27/10/2017
Gênero: R&B
Gravadora: OVO Sound / Warner Bros. Records
Produtores: 40, Jordan Ullman, Majid Jordan, Nineteen85 e Stargate.

No segundo álbum do duo Majid Jordan, “The Space Between”, somos colocados a frente da mesma atmosfera etérea do primeiro, bem como a voz suave do cantor principal Majid Al Maskati. Disto isto, a dupla canadense realmente não tentou algo de novo, portanto, se você estiver procurando por inovação vai se decepcionar. Em contrapartida, aqueles que adoram os trabalhos anteriores da dupla vai adorar este álbum. Uma das melhores características do registro é a sua configuração, pois o duo se preocupou em fazer um material mais coeso. No seu interior, o melhor mérito do álbum é a consistência e combinação de paisagens sonoras minimalistas com batidas de hip-hop despojadas e melodias aconchegantes. Majid Al Maskati e Jordan Ullman se conheceram na Universidade de Toronto em 2011 e, desde então, passaram a trabalhar juntos. Depois de assinarem com a OVO Sound, eles alcançaram a fama ao co-produzir “Hold On, We’re Going Home” do rapper Drake. Sobre o “The Space Between”, Jordan Ullman declarou que “olha para ele como uma música de 50 minutos, por isso nenhuma das faixas deve ser ignorada”. Você realmente não pode culpá-lo por conhecer tão bem o seu trabalho.

Na primeira escuta, você pode não perceber a profundidade do álbum, mas há algo de encantador nele. Resumidamente, é um LP calmo, obstinado, sincero e exigente. Com um toque emocionante, Majid Jordan criou um registro muito melhor do que o seu antecessor. É uma coleção de treze faixas com letras das quais todos podem se relacionar em algum aspecto. As faixas “Intro” e “Outro” fazem o álbum parecer encadernado e compacto. Não exigem várias escutas, mas amarram o registo satisfatoriamente. “Intro” começa com alguns loops de piano e sons ambientes, mas depois apresenta algum trabalho simples na bateria antes de preparar o ouvinte para a viciante “Gave Your Love Away”. “Outro”, por sua vez, encerra o álbum com uma abordagem diferente, intercalando amostras vocais e alguns instrumentos de apoio. O primeiro single, “Phases”, é um número lento e metódico com alguns tambores frenéticos. Não há qualquer grandeza excessiva no seu interior, apenas uma dissertação simples, direta e vulnerável. A dispersa instrumentação permite que as letras se destaquem, proporcionando um apoio substancial aos vocais de Majid Al Maskati. Felizmente, o sintetizador subjugado e pensativo nunca aparece acima de sua natureza melancólica.

Liricamente, o álbum explora o tipo de material que você esperaria do gênero, principalmente em músicas amorosas como “OG Heartthrob” e sexuais como “Body Talk”. Esta última é muito parecida com “Phases”, uma vez que mistura os sons mais altos da voz de Majid. “One I Want”, com PARTYNEXTDOOR”, reúne batidas mais pesadas salpicadas com os ecos de Majid Jordan. Da mesma forma, “My Imagination”, com o duo dvsn, é uma bela canção sobre um desgosto amoroso. Para aqueles que gostam de canções de amor não correspondido, “You” é a melhor opção. A emoção desta música é surpreendentemente honesta e atraente. Destaque para as notas de desvanecimento e as mudanças esporádicas na melodia. A ótima faixa-título, “The Space Between”, fala sobre reconciliação e fornece letras como: “Viver no momento comigo / Viver no espaço entre”. Felizmente, o seu tema e sonoridade é forte e consistente. No geral, o álbum deixa muito tempo para a auto-reflexão. Construído com o maior cuidado, Majid Jordan produziu um trabalho profundo e sombrio. A química entre Majid Al Maskati e Jordan Ullman é algo muito respeitável e convincente, por isso eles estão constantemente ganhando espaço na OVO Sound.

Favorite Tracks: “Gave Your Love Away”, “Body Talk” e “Phases”.

São Paulo, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.