Resenha: Katy Perry – One of the Boys

Lançamento: 17/06/2008
Gênero: Pop, Pop Rock
Gravadora: Capitol Records
Produtores: Katy Perry, Greg Wells, Dr. Luke, Max Martin, Glen Ballard, Dave Stewart, Butch Walker, Benny Blanco e S.A.M. and Sluggo.

Katheryn Elizabeth Hudson, mais conhecida por Katy Perry, lançava em 2008 o seu primeiro álbum de estúdio, intitulado “One of the Boys”. Antes disso, ela havia prosseguido em uma carreira gospel, porém, depois de mudar-se para Los Angeles, assinou um contrato com a Capitol Records e, consequentemente, adotou o estilo pop. Em 2008 ela chegou à fama mundial com o lançamento do polêmico single “I Kissed a Girl”. A canção fez um estrondoso sucesso no mundo inteiro, atingindo o primeiro lugar em quase 20 países, incluindo sete semanas consecutivas em #1 nos Estados Unidos. O “One of the Boys” estreou em #9 lugar na Billboard 200, com vendas de 47 mil cópias na primeira semana. Já recebeu certificado de platina por ter ultrapassou a marca de 1,6 milhões de cópias comercializadas nos Estados Unidos e mais de 4 milhões no mundo inteiro. Uma excelente marca para a estreia de uma cantora pop. O disco tem doze faixas com predominância do pop-rock e acabou rendendo 2 indicações no Grammy Award para a cantora. Katy Perry colaborou com ótimos produtores, incluindo Greg Wells, Dr. Luke, Dave Stewart e Max Martin, e co-escreveu todas as músicas do álbum. Para as composições ela falou que foi influenciada por Queen (Freddie Mercury em particular), The Beach Boys, Paul Simon, Cyndi Lauper e Alanis Morissette. Juntamente com Max Martin, Perry escreveu o hit “I Kissed a Girl”, que foi inspirado pela atriz Scarlett Johansson e teve produção de Dr. Luke e Benny Blanco.

A canção tem elementos de new wave e, segundo Katy Perry, a letra fala sobre a beleza mágica de uma mulher, visto que o título significa “Eu Beijei Uma Garota”. A faixa tem uma boa estrutura, mas causou controvérsias no mundo todo por sua letra irreverente e polêmica. “I Kissed a Girl” é excelente, extremamente viciante, instantaneamente cativante e uma das melhores músicas que Perry já gravou até hoje. Não foi à toa que fez um grandioso sucesso e tornou a cantora mundialmente conhecida. A batida pulsante, as guitarras e o baixo fornecido por Dr. Luke fizeram dela uma canção pop perfeita. O segundo single, “Hot N’ Cold”, seguiu o mesmo caminho de “I Kissed a Girl” e tornou-se outro grande hit. Atingiu a terceira posição na Billboard Hot 100 e, apenas nos Estados Unidos, vendeu mais de 5,5 milhões de downloads digitais. Eu diria que é outra que está entre as melhores coisas que Katy Perry já fez até o momento. Aqui, ela discute o tema da incerteza e os altos e baixos de um relacionamento. Uma faixa dance-pop temperamental, com um refrão deliciosamente dançante capaz de fazer qualquer um pular a noite inteira. Com uma letra simples, porém muito agradável, Perry recita cenas opostas: “Porque você é quente e logo esfria / Você quer e depois não quer / Você tá dentro e depois tá fora / Você está em cima e depois está em baixo / Você está errado quando está certo / É preto e é branco”

Enquanto “One of the Boys” abre o álbum de uma forma bem animada, a quarta faixa, “Thinking of You”, fica com o posto de canção mais emocionante. Uma linda balada pop-rock e soft-rock, com violões, belas melodias e letras que, assim como “I’m Still Breathing”, falam sobre um relacionamento fracassado. “Thinking of You” foi projetada para conseguir mostrar os vocais de Perry de uma forma mais crua, suave e convincente. A viciante “Waking Up In Vegas” foi a escolha perfeita para quarto e último single do registro. Uma canção que lida com viagens loucas com os amigos em Las Vegas. Greg Wells foi o responsável por todos os instrumentos dessa faixa rádio-friendly. Com um ritmo bem acelerado, é uma canção pop-rock poderosa, grudenta e com um refrão estrelar. Nas faixas “Ur So Gay” e “Mannequim” a americana zomba e critica as relações com ex-namorados. “Ur So Gay” é denominada pelo gênero trip hop e se move em um ritmo moderado. Um hino malicioso, que em 2008 chamou atenção da cantora Madonna. “If You Can Afford Me” é mais uma boa faixa com cara de hit, enquanto “Lost” é uma canção pessoal que emociona com o seu tema completamente autobiográfico. O “One of the Boys” oferece, dessa forma, um pop-rock sólido e orgânico com canções feitas para dançar e se emocionar. Portanto, pode ser considerado um divertido álbum para o público mais jovem e o responsável por trilhar o começo da incrível carreira de Katy Perry.

65

Favorite Tracks: “I Kissed a Girl”, “Waking Up in Vegas” e “Hot N Cold”.

São Paulo, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.