Review: Elvis Presley – Elvis Presley (1956)

Lançamento: 23/03/1956
Gênero: Rock & Roll, Rockabilly, R&B, Country
Gravadora: RCA Victor
Produtores: Sam Phillips e Steve Sholes.

Esse álbum foi o começo de uma discografia maravilhosa e cheia de prestígio. Desde a década de 50, ficou claro que Elvis Presley sempre procurou a música certa para cantar.

Em 8 de janeiro de 1935, em Mississippi, nascia Elvis Aaron Presley, o mundialmente conhecido músico norte-americano, que eternizou-se como o Rei do Rock. Elvis Presley tornou-se muito famoso pela sua extravagante maneira de dançar e por ser um dos pioneiros e principal idealizador do movimento conhecido como Rock & Roll. Ele tinha uma voz maravilhosa, um timbre único e um poderoso alcance vocal. Elvis Presley faleceu em 1977, mas ficou eternamente marcado como um dos maiores e melhores cantores popular do século XX. Sua carreira começou em 1954, na lendária gravadora Sun Records, onde era acompanhado pelo guitarrista Scotty Moore, o baixista Bill Black e o baterista D.J. Fontana. Presley também foi um dos criadores do rockabilly, uma fusão da música country com o rock & roll. Lançado em 1956 pela gravadora RCA, o seu primeiro álbum, “Elvis Presley”, mostra sua incrível evolução como músico.

O disco ficou dez semanas em #1 lugar nos Estados Unidos, foi o primeiro disco de rock & roll a ir para o topo das paradas e, posteriormente, o primeiro desse gênero a ultrapassar a marca de 1 milhão de cópias vendidas. A América nunca tinha visto alguém como Elvis Presley quando ele entrou em cena em meados dos anos 50. Seus movimentos de dança eram sexualmente sugestivos, ousados e ele marcou a TV nacional durante uma geração inteira. Em 1956 atingiu o topo da parada de singles pela primeira vez, com canções memoráveis como “Heartbreak Hotel”, “Don’t Be Cruel”, “Hound Dog” e “Love Me Tender”. Consequentemente, inspirou diversos artistas a seguirem suas respectivas carreiras no rock & roll. O seu primeiro disco era formado por um total de doze faixas, entre elas, clássicos do rock dos anos 50, como “Blue Suede Shoes”, “Tutti Frutti” e “Money Honey”. O primeiro lado do disco abria com a citada “Blue Suede Shoes”, um dos primeiros rockabilly da história, que trazia elementos de blues, country e música pop da época.

Originalmente, essa música foi escrita e registrada pela primeira vez por Carl Perkins em 1955, enquanto Elvis Presley apresentou sua versão três vezes na televisão nacional. Ele era muito diversificado estilisticamente e nesse álbum, por exemplo, temos obras que vão desde o rock contemporâneo (“Blue Suede Shoes”) até baladas country (“Blue Moon” e “I’m Gonna Sit Right Down and Cry (Over You)”) e hits de R&B como “I Got a Woman”, canção esta que foi escrita e gravada por Ray Charles em 1954. “Tutti Frutti” é uma das melhores regravações do disco, faixa escrita por Little Richard (Richard Wayne Penniman) juntamente com Dorothy LaBostrie em 1955. Outro destaque é a notável interpretação de “Money Honey”, canção escrita por Jesse Stone e lançada originalmente por Clyde McPhatter em setembro de 1953. As circunstância em torno deste álbum foram simples, porém, muito promissoras. Certamente, Elvis Presley conseguiu dar algo a mais e um rumo diferente para ele.

Elvis foi surpreendente como poucos nesse disco de estreia, um trabalho que representa todos os lados de suas influências musicais. Rockabilly, blues, R&B, country e pop, todos esses gêneros marcam presença aqui, em uma combinação explosiva e sedutora. Todas as músicas são instrumentalmente soltas e foram gravadas com alguns erros, mas o perfeccionismo de Elvis Presley já estava começando a se mostrar. Ficou claro que todas as decisões criativas a respeito desse material foram escolhas dele. Esse disco foi uma vitrine para o talento vocal de Presley, um indicativo de sua diversidade estilística e mostrou como é pequena a fronteira entre o rock, blues e o country. Outra coisa notável sobre este álbum é o fato de que, ao mesmo tempo que ele estabelecia o rock & roll como uma moda entre os adolescentes, também fez dele um movimento cultural genuíno. Elvis Presley provou a todos que um álbum de rock poderia vender e que sua bela voz poderia transmitir ainda mais confiança.

São Paulo, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.