Best New Track: Thundercat – Friend Zone

Lançamento: 15/02/2017
Gênero: Funk, R&B
Produtor: Thundercat e Mono/Poly
Escritores: Stephen Bruner e Charles Dickerson.

À medida que a data de lançamento do novo álbum de Thundercat aproxima-se, ele compartilha novas músicas com o público. O segundo single do álbum, chamado “Friend Zone”, foi divulgado em 15 de fevereiro de 2017, exatamente no Dia dos Namorados. Essa música retrata Stephen Bruner numa paixão não correspondida, onde o ferido cantor diz que tem “amigos suficientes” e prefere passar o seu tempo jogando Diablo e Mortal Kombat. “Você me aprisionou na friendzone / Essa que é a merda / Eu vou jogar Diablo de qualquer forma / Por que eu prefiro jogar Mortal Kombat de qualquer forma / Eu quero um amor como o Johnny Cage / Se você não vai trazer garrafas, eu sugiro que você dê meia volta / Vadia, não mate minha vibe”, ele canta. “Friend Zone” possui uma letra muito relacionável que retrata a situação de muitas pessoas, afinal ninguém gosta de ficar preso na “friendzone”.

“Friend Zone” expressa a frustração de Bruner ao tentar inúmeras vezes se aproximar de uma mulher, mas no final ser visto apenas como amigo dela. Musicalmente, é um número funk flexível embalado por uma borda mais rígida do que o soul dos anos 70 de “Show You the Way”. É construída sobre sons de sintetizadores e linhas de baixo que misturam-se de um lado para o outro. Além de ser muito cativante, sua melodia deliciosamente funky canaliza alguns toques nostálgicos. Ademais, “Friend Zone” também possui alguns elementos da música de Kendrick Lamar. Produzida por Mono/Poly, é uma canção que compartilha certas semelhanças com o álbum “To Pimp a Butterfly” (2015). Dito isto, nós ainda podemos ouvir algumas referências à música “Bitch, Don’t Kill My Vibe” (Kendrick Lamar) do álbum “Good Kid, M.A.A.D City” (2012).

São Paulo, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.