Best New Music: Mount Eerie – Distortion

Lançamento: 19/01/2018
Gênero: Indie Rock, Folk
Produtor: Phil Elverum
Escritor: Phil Elverum.

OMount Eerie é o projeto musical do compositor e produtor Phil Elverum, com sede em Washington, Estados Unidos. Elverum é o principal membro da banda, mas já colaborou com muitos outros músicos em seus registros e performances ao vivo. Esse ano, Mount Eerie anunciou que irá lançar um novo álbum de estúdio, chamado “Now Only”. O disco será divulgado quase um ano depois do último LP da banda, “A Crow Looked At Me” (2017). Este LP apresentou músicas profundamente pessoais e emocionais, escritas logo após a morte da esposa de Phil Elverum. Um projeto impressionante e instantaneamente aclamado que resumiu o estado de espírito do músico após um acontecimento tão drástico. “Now Only” está programado para apresentar músicas que estendem-se sobre os mesmos temas do “A Crow Looked At Me” (2017). O primeiro single do álbum, chamado “Distortion”, surgiu de forma muito apropriada. Assim como o disco anterior, este single vê Elverum usando mais uma vez letras para resumir sua vida após a morte de Geneviève Castrée. No entanto, desta vez as letras foram aprofundadas através das dores de ser um pai viúvo que está tentando superar o luto.

Dito isto, “Distortion” é uma reflexão de 11 minutos de duração, criada sobre o mesmo pano de fundo que compôs o álbum “A Crow Looked At Me” (2017). Sua melodia lúdica e provocadora reflete lindamente sobre momentos significativos da vida de Phil Elverum. Sua intensidade é construída sobre um ritmo lento, evocativo e de grande qualidade. Em “Distortion” a morte ainda é real para o músico, mas o conteúdo lírico expandiu-se. “O primeiro cadáver que vi na vida real foi o do meu bisavô”, Elverum canta em um dos versos. Posteriormente, ele acrescenta: “O segundo cadáver que já vi foi você, Geneviève / Quando eu assisti você passar de viva para morta aqui em nossa casa”. Ele começa a música através da parede de uma poderosa guitarra elétrica, antes de iniciar uma longa meditação sobre memórias e perdas. Boa parte da canção é impulsionada por uma guitarra acústica, que logo nos remete ao álbum anterior. Mas, ao longo da música, Elverum emprega a introdução de instrumentos para sublinhar os temas e focos de sua narrativa. Utilizando um baixo, harmonias vocais e o piano para marcar o escopo da música, Elverum enfatiza as poderosas letras. Em outras palavras, “Distortion” é uma canção impressionante e encantadora que mostra a visão de Phil Elverum sobre os acontecimentos de sua vida.

São Paulo, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.