Best New Track: LCD Soundsystem – tonite

Lançamento: 18/08/2017
Gênero: Dance-Punk
Produtor: James Murphy
Escritores: James Murphy e Al Doyle.

“Tonite” é a terceira faixa divulgada do próximo álbum da banda LCD Soundsystem, intitulado “American Dream”. Assim como “call the police”, é outra canção dance-punk repetitiva, mas extremamente poderosa e progressiva. “Tonite” também é a primeira música do “American Dream” que ganhou um videoclipe. Dirigido por Joel Kefali, mesmo diretor de “Royals” da Lorde, e filmado em Melbourne, Austrália, o vídeo possui uma vibe oitentista e encontra a banda performando numa plataforma circular giratória. “Tonite” é um hino dance realmente brilhante, com todos os elementos distintos que amamos na LCD Soundsystem. Nossos ouvidos são abençoados por um sintetizador pulsante durante toda a música. Juntamente com o sintetizador, a canção oferece riffs graves e uma consistente batida de tambor. Realmente valeu a pena esperar por esse single, um número muito mais energético do que os seus antecessores. Sem dúvida, o ritmo funky e estilo dance-disco ficará preso na sua cabeça logo na primeira escuta. Em alguns momentos, a banda consegue evocar o auge do lendário Prince. Há uma natureza groove que permite as letras conciliarem-se muito bem com o estilo de assinatura da LCD Soundsystem.

Apesar da vibração positiva, as letras contém alguns referências ao envelhecimento: “E você está ficando mais velho / Eu prometo isso, você está ficando mais velho”, James Murphy canta. “Mas o futuro é um pesadelo / E não há nada que eu possa fazer / Não há nada que alguém possa fazer sobre isso”. O conteúdo lírico realmente passa uma sensação escura, principalmente na introdução: “Todo mundo está cantando a mesma música / Eles vão esta noite, esta noite, esta noite, hoje a noite, hoje a noite, hoje a noite / Eu nunca percebi que esses artistas pensavam tanto em morrer”. O ritmo constante de “tonite” é um ponto muito positivo, uma vez que os riffs de guitarra, sintetizador e tambores não param um minuto sequer. Próximo do final da música, ao lado das violentas cordas de sintetizador, Murphy ainda tem tempo para dizer: “Você odeia a ideia de que está desperdiçando sua juventude / Que você ficou no fundo, oh, até que você envelhecesse / Mas isso é tudo mentira / Isso é tudo mentira”. Se “tonite” é mais um indicativo do que o “American Dream” tem para oferecer, nós já podemos ficar muito animados.

São Paulo, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.