Best New Track: Courtney Barnett & Kurt Vile – Over Everything

Lançamento: 30/08/2017
Gênero: Indie Rock
Produtores: Courtney Barnett e Kurt Vile
Escritores: Courtney Barnett e Kurt Vile.

Em 30 de agosto de 2017, a cantora e guitarrista australiana Courtney Barnett e o cantor americano e multi-instrumentista Kurt Vile, lançaram um single chamado “Over Everything”. Conhecida por suas letras espirituosas e estilo de canto impenetrável, Barnett atraiu a atenção da mídia com o lançamento do EP “I’ve Got a Friend Called Emily Ferris” (2012). Mas o interesse internacional só veio depois que ela lançou o interessante “The Double EP: A Sea of Split Peas” (2014). Kurt Vile, por sua vez, é mais conhecido por seu trabalho solo e como ex-guitarrista da banda The War on Drugs. Influenciado por Neil Young, Tom Petty e John Fahey, Vile começou sua carreira musical na Filadélfia como freqüente colaborador de Adam Granduciel. Com foco em sua carreira solo, Vile lançou dois álbuns, “Constant Hitmaker’ (2008) e “God Is Saying This to You…” (2009). Ele assinou com a Matador Records em 2009 e divulgou o seu terceiro álbum, “Childish Prodigy”, no mesmo ano. Foi o primeiro gravado em um estúdio e com a participação total da banda The Violators. Posteriormente, quando os discos “Smoke Ring for My Halo” (2011) e “Wakin on a Pretty Daze” (2013) foram lançados, sua exposição aumentou significativamente.

“Over Everything” é uma pequena e deliciosa fatia de indie-rock e um excelente exemplo da forte musicalidade de Vile e Barnett. Aqui, ambos artistas comunicam-se por solos em vez de simples palavras. Dito isto, a influência de Kurt Vile é muito mais aparente, pois “Over Everything” é uma canção atipicamente otimista e uma verdadeira joia de lo-fi e rock-alternativo. “Quando estou sozinho sozinho por mim mesmo / E lá e outro único ao redor / Eu quero cavar no meu violão, dobrar um riff de blues que trava / Acima de tudo”, Vile canta. “Over Everything” mostra o quão bem Vile e Barnett trabalham juntos. É uma canção com uma sensação alegre e animadora, e letras que exemplificam a criatividade de composição de ambos artistas. “Quando eu estou fora de um real bom humor / Você quase pode esquecer todas as outras coisas / Como uma grande e ameaçadora nuvem na minha periferia”, ele canta no segundo verso. Aqui, você pode claramente ouvir as duas guitarras sendo jogadas uma contra a outra, visto que Vile e Barnett usam diferentes padrões e riffs, antes de compartilharem um maravilhoso solo dentro do instrumental. Em outras palavras, esta música adapta-se perfeitamente à dupla e, certamente, é uma das melhores músicas que eu ouvi este ano.

São Paulo, formado em Recursos Humanos, apaixonado por músicas, séries e animes. Fã dos Beatles, amante do futebol e palmeirense fanático.